A ostra é rainha à mesa dos restaurantes de Setúbal

Festival da Ostra 2017 Setúbal ostras receitas restaurantes
Mais de 20 restaurantes participam no Festival da Ostra 2017 em Setúbal. (Fotografia de Orlando Almeida/GI)
Depois de trabalharem o choco, a sardinha, o carapau-manteiga e o alcorraz, os restaurantes de Setúbal dedicam as suas receitas à ostra, outra riqueza natural da região, para surpreender os visitantes do Festival da Ostra, que decorre até 5 de novembro.

Provar uma ostra servida ao natural, crua e com umas gotas de limão apenas, é quase como beber do mar. Mas o conhecido bivalve de sabor autêntico é, na verdade, multifacetado. Para comprovar essa riqueza culinária, mais de duas dezenas de restaurantes de Setúbal vão dedicar-lhe algumas receitas, mais tradicionais ou inovadoras, durante o Festival da Ostra 2017 que começa a 20 de outubro e vai até dia 5 de novembro.

Antes de sentar os visitantes à mesa, o Festival da Ostra 2017 convida a participar numa aula de culinária conduzida pela chef Sandra Faia, no Moinho de Maré da Mourisca, em pleno estuário do Sado, às 10h00, logo no primeiro dia. Já no último dia, a mesma chef orienta uma degustação comentada na Casa da Baía, cozinhando receitas e dando a conhecer os vinhos de um dos produtores da Península de Setúbal presentes na garrafeira daquele centro de promoção turística. Será às 18h00. A participação nas duas atividades é gratuita, sendo necessária inscrição prévia – até aos dias 18 de outubro e 2 de novembro, respetivamente – através dos contactos 265 545 010 e turismo.setubal@mun-setubal.pt.

Participam no festival os restaurantes Adega Leo do Petisco, Antóniu’s, Baluarte da Avenida, Cantinho dos Petiscos, Casa do Mar e Estuário do Sado. Mas também as casas Ferribote, Petisqueira O Manel, Poço das Fontainhas, Ribeirinha do Sado, Rius VIP, Solar do Marquês II, Taberna de Azeitão, Taberna Grande e a Taberna Típica O Pescador II, assim como a Tasca das Marés, a Tasca do Xico da Cana e o restaurante Verde e Branco. A maioria dos estabelecimentos localiza-se no centro da cidade.

Este tipo de eventos gastronómicos já se realizam desde há sete anos, organizados pela Câmara Municipal de Setúbal com o apoio de várias entidades com o objetivo de valorizar o pescado e a restauração locais. A expetativa é que depois do Festival da Ostra haja até ao final deste ano outro dedicado ao charroco.

 

Leia também:

Há nova vida no bairro dos pescadores de Setúbal
Este moscatel de Setúbal foi eleito o melhor do mundo
Praça de Bocage: o coração de Setúbal observado pelo poeta