Passagem de ano em casa: o que há para ver na TV?

Tenha o comando à mão e saiba o que pode ver na televisão na passagem de ano, tanto nos canais generalistas em sinal aberto mas não só. Há muitas séries de qualidade que estão a dar.

Entrar no novo ano em frente ao ecrã não será, à partida, o melhor dos programas, mas às vezes tudo o que um adulto quer é passar a noite em frente à televisão. Mesmo na passagem de ano? Sobretudo na passagem de ano. Uma excelente oportunidade para ver aquela série há tanto tempo adiada. E vale mesmo a pena recuperar algumas das que estrearam ao longo do ano.

Desde logo a terceira temporada de Narcos, já sem Pablo Escobar, mas com um sedutor agente Javier Peña como protagonista e o português Pêpê Rapazote no elenco. Mais recentemente estreou Sem Deus, também na Netflix. Produzida por Steven Soderbergh tem sido apelidada de western feminista. Este mês chegou a segunda temporada de The Crown, onde é possível continuar a seguir a vida da Rainha Isabel II e da monarquia britânica. Mindhunter, produzida e realizada por David Fincher segue uma equipa do FBI que desenvolve técnicas inovadoras para descobrir serial-killers. Dark, de produção alemã, tem conquistado os adeptos de séries mistério e ficção cientifica.

Destaque também para The Handmaid’s Tale, esta no serviço de streaming Nos Play. Uma distopia que remete para o espectro do totalitarismo e do papel da mulher. Já na TV Séries especial referência The Deuce, passada em Nova Iorque entre a década de 1970 e 1980, com uma história centrada na indústria pornográfica. Tem James Franco e Maggie Gyllenhall nos principais papéis.

É claro que há mais vida para além das séries e do serviço de streaming, se bem que muita gente continue apenas a ter acesso a meia dúzia de canais. A RTP1 estará em direto do Terreiro do Paço com o programa 5 para a Meia Noite, ao passo que a SIC apresentará o espetáculo Volta ao Mundo em 80 Minutos, de Felipe La Féria, com João Baião como cabeça de cartaz.

Já a TVI preparou uma emissão especial de A Tua Cara Não Me É Estranha, conduzido por Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha. Quem preferir algo mais cultural tem sempre a RTP2, que substituirá o fogo-de-artifício por um concerto de Esperanza Spalding, considerada uma das maiores artistas do jazz contemporâneo. O zapping, é claro, também é sempre uma solução!

 

Leia também:

Os programas de culinária que encantaram o mundo
Nostalgia saborosa: recordar os primeiros ‘chefs’ da TV
Quanto custa comer num estrela Michelin em Portugal?