Casa das Cegonhas convida a descansar em Alcácer do Sal, no calor da lareira

A casa-mãe do Casa das Cegonhas tem um salão de estar com lareira. (Fotografia: DR)
Hotel rural de quatro estrelas com 10 acomodações de várias tipologias, situado perto de Alcácer do Sal, convida a descansar uns dias na imensão do sobreiral, e a admirar, sem esforço, o céu noturno. Tanto no salão da casa principal como nas suites há lareiras para aconchegar os dias mais frios do inverno.

Uma estada tranquila junto da natureza é o que promete o Casa das Cegonhas, gerido pela Amazing Evolution na Herdade de Porches, em Vale do Guizo, concelho de Alcácer do Sal. Aberto em junho, o hotel rural já existia como alojamento desde 2012, até o proprietário, Roman Blanes, decidir reforçar a operação hoteleira. Localizado a cerca de 15 minutos de carro da cidade branca e a meia-hora da Comporta, este hotel rural de quatro estrelas convida a aproveitar a luz dos dias de inverno sem ter de ir para muito longe de Lisboa, e com bons restaurantes na zona.

O alojamento é composto por 10 unidades de tipologias suite deluxe, master suite e villas e cada uma delas transmite uma personalidade própria, através da decoração. Em comum, o facto de os interiores apostarem em matérias-primas naturais e numa releitura dos objetos, como se vê nos cântaros de barro transformados em candeeiros, nos toros de madeira usados como mesas de apoio e nas mesas de refeição antigas conjugadas com cadeiras de design contemporâneo. Nas paredes, a decoração sóbria faz-se de quadros em estanho e prata.

O hotel dispõem de três villas. (Fotografia: DR)

Na casa principal ficam os três quartos twin ou duplos. (Fotografia: DR)

Os hóspedes são recebidos na casa principal, onde funciona a receção e há uma sala de refeições, cozinha e salão comum com lareira, e um bar honesto (onde as pessoas podem servir-se de bebidas, apontar o consumo e acertar contas no check-out). É um lugar decorado para fazer sempre lembrar uma casa habitada, com um bengaleiro, soalho em casquinha, antiguidades, peças de mobiliário em estilo império, lustres, escrivaninhas e molduras de prata.

É também na casa principal que, muitas vezes, a cadela Jack Russel Rosa dá as boas-vindas aos hóspedes, mostrando-se sempre pronta para brincar com eles, e com as crianças que ali chegam. Na casa principal encontram-se também três suítes twin ou duplas, sendo esta a única tipologia que não tem lareira. Já as suítes deluxe localizam-se em edifícios à parte, assim como a master suíte com terraço privado e as três villas, que dão acesso a piscinas privadas (exteriores). Nesta tipologia, duplex, os hóspedes têm uma sala com cozinha equipada, e os quartos no piso superior.

O hotel ocupa uma área de seis hectares, em Vale do Guizo. (Fotografia: DR)

Os hóspedes podem também passear de bicicleta pela herdade. (Fotografia: DR)

Comum a todo o hotel é a utilização da piscina exterior, perto da casa principal, e do campo de croquet, um desporto irlandês que consiste em golpear bolas com um taco, entre arcos. Sob requisição prévia, é também possível receber uma massagem ou tratamento no conforto do quarto e fazer uma aula de ioga. Para passeios nas proximidades, são de colocar nos destinos do GPS o Cais Palafítico da Carrasqueira, os arrozais da Comporta e a própria aldeia. Fazer passeios a cavalo, durante todo o ano, com um percurso de canoagem é outro dos programas possíveis.

 

Algo está a fazer com que o sistema não consiga mostrar a ficha ténica desejada. Pedimos desculpa pelo incómodo.




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend