Porto: na Fontinha Pizzeria, as pizas levam produtos 100% italianos

Há oito pizas, para comer no restaurante ou levar para casa. (Fotografia de Pedro Granadeiro/GI)
As pizas de estilo napolitano, cuja massa atinge 48 horas de maturação, são o forte da nova Fontinha Pizzeria, inserida num hotel portuense, mas aberta a todos. A consultoria cabe aos chefs Miguel Rocha Vieira e Pierre-Olivier Petit.

O menu é curto e eficaz: à Fontinha Pizzeria – a funcionar, desde março, no hotel de quatro estrelas homónimo, no coração do Porto – vai-se para saborear pizas artesanais. São oito, de estilo napolitano, com uma massa leve e fofa, fruto de 48 horas de maturação, e assentes em produtos vindos de Itália. Não deixam de fora, pois, os sabores tradicionais. À célebre Margherita (que leva molho de tomate, fior di latte e manjericão) juntam-se, por exemplo, a Capricciosa (com fiambre, cogumelos, azeitonas e alcachofras) e a Prosciutto (com presunto de Parma, mozarela de búfala e rúcula).

Há outras opções, numa carta que inclui uma seleção de entradas, sobremesas e cocktails clássicos – do Aperol Spritz ao Negroni, passando pelo Disaronno Sour, este último com Amaretto, um licor italiano. A consultoria está a cargo dos chefs Miguel Rocha Vieira e Pierre-Olivier Petit, com currículos associados à alta cozinha, mas, aqui, a atmosfera é informal. Estamos no lugar antes ocupado pelo snack-bar do Fontinha Hotel, de olhos postos nas imagens de figuras de época em poses divertidas que decoram a parede, quando chegam à mesa as pizas. Seguem-se dois doces de aparência suave, delicada: cannoli al pistacchio e “o nosso tiramisù”.

A piza Capricciosa.
(Fotografia de Pedro Granadeiro/GI)

Com a refeição a aproximar-se do fim, encetamos conversa com Pierre-Olivier Petit a propósito do trabalho desenvolvido por aquela dupla de peso – tanto Petit como Rocha Vieira têm percursos internacionais marcados por estrelas Michelin. Para chegar ao presente menu, foram feitos vários testes e provas, com diferentes fermentações, recorda o chef parisiense: “Percebemos logo que a textura e a elasticidade da massa são muito diferentes, consoante o tipo de fermentação”. Por vezes, o que parece mais simples é aquilo em que é mais difícil acertar, acrescenta, sublinhando, por outro lado, a aposta em produtos 100% italianos (como a nduja, que dá um toque fumado à piza batizada com o nome desse enchido mais picante).

“O nosso tiramisù”.
(Fotografia de Pedro Granadeiro/GI)

A lista também deixa margem para alguma “surpresa”, mesmo no aspeto visual, com a Pesto, uma piza verde, que combina pesto de manjericão com manjericão, tomate cereja e queijo Provola fumado. As pizas, ao contrário das entradas e das sobremesas, estão disponíveis para takeaway e entrega ao domicílio, através das plataformas habituais. E sem grandes restrições de horário, porque a cozinha funciona todos os dias, a partir das 12 horas e até à noite, ininterruptamente.


Fontinha Pizzeria
Rua da Fontinha, 87-91, Porto
Tel.: 912 505 673
Das 12h às 23h. Não encerra
Preços: pizas entre 9 e 16 euros; cocktails desde 6 euros




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend