Póvoa do Varzim tem nova mercearia com produtos regionais

Cerveja, gelado, flor de sal e muito mais: nesta nova loja da Póvoa do Varzim, a estrela é o alvarinho, e os produtos artesanais feitos a partir da casta branca. O lema: provar primeiro, comprar depois.

Tudo começou com a Bebe e Pedala, uma ideia simples: beber, passear e pedalar. Carlos Araújo comprou os dois bares ambulantes que, sobretudo no verão, percorrem a marginal da Póvoa de Varzim. Associou-lhes a paixão pelo vinho alvarinho, conheceu um pequeno produtor de Melgaço e criou a Mesmo Boa, uma cerveja artesanal à base da casta branca. À boleia, veio um vinho, uma trufa e um gelado. Quatro anos volvidos, o negócio precisava de uma casa. Nasce a Artesanali’s, numa rua sossegada, a dois passos da artéria comercial mais movimentada da Póvoa de Varzim.

Ali, o famoso vinho branco minhoto é rei, e com ele faz-se quase tudo: cerveja, trufas de chocolate, gelado com frutos vermelhos, flor de sal aromatizada.

«A ideia é criar a nossa própria identidade através do vinho alvarinho, que é ainda muito pouco explorado», explica Carlos Araújo, que prepara, agora, uma marca própria de conservas de sardinha com flor de sal e alvarinho, e o leque de produtos promete crescer.

Na Artesanali’s, às marcas próprias juntou uma boa garrafeira (de alvarinhos, claro) e «produtos regionais únicos», todos de pequenos produtores que raramente saem das suas terras de origem – licores de Melgaço, alheiras de porco bísaro da Quinta da Folga, queijos de alvarinho, aguardente de figo, farinha de alfarroba, chá da Quinta dos Avós –, bem como algumas marcas especiais, como massas napolitanas Pastificio Di Martino. E, claro, um toque da terra, como o gelado com sabor a rabanada poveira. Seja no que for, o convite é sempre o mesmo: «Sente-se, prove e decida.» Pelo meio, Carlos vai contando a história de cada produto, porque ali as compras fazem-se com tempo.

Numa homenagem à Bebe e Pedala, os bancos são selins de bicicleta. A decoração é simples, mas com um toque de campo: fardos de palha, flores, candeias, caixas de fruta a servir de prateleiras. A loja abriu há seis meses, mas já fideliza clientes. «Gente da Póvoa, mas também muitos de fora e até estrangeiros», explica Carlos Araújo, para quem o grande gozo são os produtos que descobre nos seus passeios pelo país – isto a par das criações próprias, porque a imaginação não tem limites e «o alvarinho vai muito além do vinho».
Cerveja de alvarinho
Foi do casamento do alvarinho com a Bebe e Pedala que surgiu, em 2016, a Mesmo Boa. É, orgulhosamente, «a primeira e única cerveja artesanal de alvarinho» e mistura o sabor da cerveja belga com o fresco e frutado vinho branco tão característico da sub-região de Monção e Melgaço. O processo, explica Carlos Araújo, foi complicado, levou-lhe seis meses de testes. Tem aspeto de cerveja e textura de cerveja, claro. O sabor, esse é o doce da uva alvarinho.

 

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua Santos Minho, 17, Póvoa do Varzim
Telefone
919227419
Horário
Das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 20h00; sábados, até às 18h00. Encerra ao domingo.


GPS
Latitude : 41.37972625165617
Longitude : -8.763490000000047

 

Leia também:

Estes petiscos da Póvoa têm o cunho de uma Masterchef
Lisboa: nova loja Gelato Davvero já abriu
Guimarães tem uma loja só de azeites biológicos