Estes petiscos da Póvoa têm o cunho de uma Masterchef

Uma cozinha cuidada de petiscos, cerveja artesanal, cockstails e gin, em ambiente vintage e industrial é a receita do gastropub poveiro. A ementa tem o cunho de Lígia Santos, vencedora do «Masterchef Portugal».

O Nor´três é a realização do sonho de três amigos que queriam criar diversidade na Póvoa de Varzim, além da oferta abundante de petiscos populares. «Queríamos uma coisa diferente, que fosse exclusivo, que fosse alternativa às francesinhas e ao frango no churrasco», explica Rui. Ele é gestor numa loja de roupa. A namorada, Diana Moreira, terapeuta da fala. Adélia Costa era colega de trabalho de Rui. Todos “bons garfos”, apreciadores de “lugares diferentes”.

O projeto foi amadurecendo e nasceu, finalmente, há cerca de ano e meio, num cantinho sossegado da rua Alexandre Herculano, longe da praia e da confusão do centro da cidade. A ementa tem o cunho de Lígia Santos (a primeira vencedora do concurso Masterchef Portugal que se profissionalizou na cozinha e em vários projetos ligados à restauração e hotelaria), os cocktails são uma criação de Carole Coelho, eleita três anos seguidos a melhor barmaid portuguesa. A sala foi decorada com critério. Há uma bicicleta antiga pendurada no teto a servir de candeeiro, os bancos altos lembram latas de cerveja, os vinhos estão numa imensa prateleira ali à vista e cadeiras, armário e sofás parecem tirados de uma casa muito antiga.

Bacalhau confitado com risoto de pimento verde, tártaro de atum, rosbife com puré de batata-doce e tataki de salmão com salada oriental e cajus são algumas das sugestões da carta, com preços entre os 7,90 e os 8,90 euros. E os dois últimos oratos têm-se relevado os favoritos dos clientes. Há ainda pratos menos convencionais, como brie panado com compota de cogumelos ou entradas mais recentes, como o são as almofadinhas de quinoa e tofu, mais ao gosto dos vegetarianos. Na lista de clássicos, encontram-se tábua de queijos, moelinhas, alheira gratinada com ovo, amêijoas ou gambas. Na sobremesa, vence a tarte de lima e oreo.

Para beber, há cervejas artesanais (com uma novidade todos os meses), sangria e vinho, que se pode pedir a copo, além da carta de bar com gin e cocktails. A maior parte dos clientes prefere partilhar petiscos. «Escolhem três ou quatro pratos e provam um pouco de cada», refere Rui, indicando ser essa a melhor maneira de conhecer a carta. E de combinar regressar, porque ela muda a cada quatro meses.

 

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua Alexandre Herculano, 19, Póvoa de Varzim
Telefone
911508388
Horário
Segunda a sexta das 11h00 às 15h00 e das 18h00 às 00h00, sexta e sábado até às 2h00 (sábado tem horário contínuo). Domingo abre às 18h00.
Custo
() Preço médio: 11 euros


GPS
Latitude : 41.393495159655345
Longitude : -8.764519448410056

 

Leia também:

Nesta casa em Famalicão os petiscos dão nas vistas
Lisboa tem um novo Topo com petiscos e cocktails
Vem aí uma rota de cerveja artesanal e petiscos no Montijo