No Tapisco há petiscos ibéricos da autoria de Henrique Sá Pessoa

De Espanha, nem bom vento nem bom casamento, mas no Tapisco, o mais recente projeto de Henrique Sá Pessoa, celebra-se a cozinha informal da Península Ibérica como prato forte.

Passado pouco mais de um mês sobre a data da sua abertura — a 27 de fevereiro —, o Tapisco caiu no goto popular. Para isso contribuiu, e muito, a localização certeira no Príncipe Real, onde ocupou o espaço da antiga Padaria Taboense, e o nome de Henrique Sá Pessoa, sobejamente conhecido do grande público. Só não explica tudo.

Passada a curiosidade inicial, que garantiu casa cheia desde a primeira hora, a rotação entre as mesas e o balcão continua a fazer-se a bom ritmo, seja porque o Tapisco enche o olho — apesar de pequeno, com um misto de “barra” à espanhola e de assentos corridos à diner americano, ele possui elementos bem portugueses como os azulejos, os tampos em mármore e a pedra lioz —, seja porque acepipes como a esqueixada de bacalao (um prato frio) se tornaram entretanto virais nas redes sociais.

O conceito e a ementa, que alterna petiscos como o choco frito, as saladas de polvo e ovas ou amêijoas à Bulhão Pato com tapas como as patatas bravas, as croquetas de jamón ibérico ou os huevos rotos, estavam pensados há muito, garante-nos Sá Pessoa, que fez questão de dar o seu toque pessoal a cada uma das propostas. Nelas, convém acrescentar, incluem-se ainda comida de tacho (paella, açorda, estufado de lentilhas e até ovos com ervilhas), carnes, peixes e legumes nas brasas e, como não, uma lista enxuta de sobremesas em que revisitamos clássicos, de cá e lá, como a mousse de chocolate, o toucinho do céu, a crema catalana ou o Turrón de Alicante.

Cozinha simples, sem praticamente artifícios, capaz de agradar a um leque muito variado de pessoas — é muito provavelmente este o segredo do sucesso instantâneo, que acaba por funcionar como um estímulo para, aos poucos, levar cada vez mais pessoas a aventurarem-se no vermute, um aperitivo instituído no país vizinho mas nem tanto entre nós. Quem disse que de Espanha não vem bom casamento?

Veja também:
A refeição ideal #1: n’O Japonês, em Lisboa
Oito pizarias com forno a lenha na cidade de Lisboa
O culto pelo fiel amigo no Clube do Bacalhau, em Lisboa

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua Dom Pedro V, 81 (Príncipe Real), Lisboa
Telefone
213420681
Horário
Das 12h00 às 00h00. Não encerra.
Custo
(€€) Preço médio: 20 euros


GPS
Latitude : 38.7157584
Longitude : -9.14665500000001


CONTEÚDO PATROCINADO