O melhor da semana #1: shakarkandi chaat do Chutnify, em Lisboa

[fotografia de Paulo Spranger/Global Imagens]
Sempre que possível e oportuno, passo, a partir de agora, a eleger todas as semanas o prato que mais se destacou entre todos aqueles que provei — e não costumam ser poucos! O nome do de hoje é difícil de pronunciar, mas fica gravado na memória e pode ser devidamente saboreado no Chutnify, o novo indiano de Lisboa.

A escolha de Lisboa para abrir o primeiro Chutnify fora da Alemanha — existem dois em Berlim e são um sucesso — deveu-se a uma feliz conjugação de factores: inicialmente Aparna Aurora, uma das sócias, estava mais inclinada para Madrid, mas percebeu a tempo que a nossa capital era mais indicada, não só pelo bom momento que atravessa como por termos uma maior ligação (e apreço) à cultura indiana.

Sobre o restaurante não vou adiantar muito mais para já — fá-lo-ei numa das próximas edições impressas da Evasões, está prometido —, vale no entanto acrescentar que fica no Príncipe Real (numa travessa fora do perímetro da Rua da Escola Politécnica, o que não o impede de ter casa cheia desde o início) e que, contrariando os clichés, serve uma cozinha indiana moderna, muito fresca e assente numa mistura de pratos do norte e do sul da Índia (destaque para o recurso ao grelhador tandoor).

Do que provei na minha primeira visita, ficou-me na memória uma entrada extremamente gulosa, daquelas de comer à colher, que responde pelo nome complicado de shakarkandi chaat e custa a módica quantia de seis euros. O que a torna tão saborosa? A combinação de texturas cremosas à base de batata-doce em cubos, molhos de iogurte, de tamarindo e chutney de menta. Leva também tâmaras e, faz a diferença, bagos de romã, que lhe dão acidez e um elemento para mastigar.

Bom. Muito bom.

 

Chutnify

Travessa da Palmeira, 46 (Príncipe Real)
Tel.: 213461534
Das 12h00 às 15h00 e das 19h00 às 00h00; encerra à segunda
Travessa da Palmeira, 46, Lisboa (Príncipe Real)
Preço médio: 10 euros (almoço); 25-30 euros (jantar)

[Sigam-me também no Instagram para mais estórias visuais]



CONTEÚDO PATROCINADO