Há uma serra mágica para conhecer junto à praia de Aljezur

Uma serra mágica junto à praia na zona de Aljezur
O percurso corresponde em parte ao Caminho Histórico, que liga a Arrifana à Carrapateira. (Fotografia de Nuno Jesus)
Nos arredores da aldeia da Bordeira, este percurso revela um Algarve ao natural, totalmente desconhecido da maioria dos veraneantes que por esta altura enchem as praias da Costa Vicentina.

É um dos mais recentes percursos circulares, complementares à Rota Vicentina e representa uma excelente opção para quem procura uma caminhada curta, mas de vistas largas, nesta bela e selvagem paisagem costeira. O percurso da Endiabrada e os Lagos Escondidos, corresponde em parte com a etapa do Caminho Histórico (pelo interior) que liga a Arrifana à Carrapateira, percorrendo os bosques mediterrânicos do sopé da Serra de Espinhaço de Cão e a paisagem única redor da carismática Bordeira, uma aldeia tão perto do mar mas de características tão serranas, onde este trilho tem início e fim.

Ao longo destes matagais mediterrânicos, cruzados, aqui e ali, por pequenas linhas de água que desaguam nos tais lagos escondidos, os caminhantes têm a oportunidade de descobrir um ecossistema de uma extraordinária diversidade, assentes em solos pobres de xistos, mas onde se podem apreciar plantas aromáticas como a aroeira, o rosmaninho, a esteva ou a perpétua-das-areias; Arbustos como o tojo-do-sul, o tojo-molar, o carrasco, o medronheiro, o lentisco, a marioila, o trovisco, as urzes ou a cebola-albarrã e árvores como a tamargueira, o salgueiro, o folhado e o sobreiro.

Quanto à fauna, há por aqui uma grande variedade de mamíferos, sendo os mais comuns os javalis, as raposas, os saca-rabos, as fuinhas e as genetas. Nem sempre se veem, é certo, mas as pegadas e outros vestígios estão lá. Com um pouco de sorte, quem sabe, até, se não se dá de caras com um texugo ou uma lontra?

Composta mais de 400 quilómetros de trilhos e caminhos pedestres, a Rota Vicentina cruza de lés-a-lés o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina. Mais recentemente, foram criadas oito pequenas rotas circulares, que complementam os dois percursos principais, o Caminho Histórico (pelo interior) e o Trilho dos Pescadores (junto ao mar), dando a conhecer, ainda com mais pormenor, toda a riqueza paisagística de um dos mais bem preservados troços costeiros da Europa.

 

AGENDA

O Mundo das Abelhas e outros Insetos Polinizadores, Sintra
15 de julho
A Quintinha Pedagógica de Monserrate abre as suas portas para uma iniciativa pensada para toda a família, que pretende revelar o importante papel desempenhado pelas abelhas na reprodução das plantas e na sustentabilidade das florestas, do planeta Terra ou da própria vida humana. No final, como não poderia deixar de acontecer, haverá uma prova de mel.
www.parquesdesintra.pt

Gondomar Night Run, Gondomar
22 de julho
Com partida e chegada frente à Câmara Municipal de Gondomar, esta corrida noturna de 10 km (que conta também com uma caminhada de 6 km) cumpre este ano a terceira edição. A prova irá percorrer as ruas e ruelas antigas da freguesia de São Cosme, tendo como ponto alto a passagem pela fortaleza natural do Monte Crasto, a quase 200 metros de altitude.
lap2go.com

Águeda Gold Race, Águeda
23 de julho
Integrada no festival AgitÁgueda, que até ao dia 23 de julho vai levar até Águeda um vasto programa de concertos, animação de rua e atividades desportivas, esta prova de cicloturismo liga a zona ribeirinha do concelho à serra, com regresso ao centro da cidade, num percurso com uma extensão de 112 km. A partida e a chegada terão lugar na avenida 25 de Abril, junto ao quartel dos bombeiros.
www.agitagueda.com

 

Leia também:

Rota Vicentina está entre as seis mais bonitas do mundo
Trilhos imperdíveis de norte a sul de Portugal
Uma viagem de carro de Aljezur a Alcoutim pelo Algarve interior