A fotografia de Steve McCurry chega este sábado ao Porto

A Alfândega do Porto recebe, a partir de 14 de outubro, a exposição "The World of Steve McCurry", com mais de 200 fotografias da autoria do famoso fotógrafo norte-americano. Desvendamos alguns dos segredos.

Mais de 200 fotografias do fotógrafo norte-americano Steve McCurry vão estar em exposição na Alfândega do Porto a partir de amanhã e até ao último dia do ano, numa mostra retrospetiva inédita em Portugal. Nesta exposição “The World of Steve McCurry” pode-se ver imagens e vídeos da primeira reportagem no Afeganistão, há mais de 30 anos, até imagens das expedições e reportagens mais recentes do fotógrafo, com muitas imagens daquele país, da Índia e do Sudoeste Asiático, África e ainda Brasil e Estados Unidos.

Há fotos de conflitos marcantes como o do Afeganistão, da Guerra do Golfo, do 11 de setembro em Nova Iorque, do Japão a seguir ao tsunami e ainda retratos do quotidiano de diferentes lugares do mundo, que podem mostrar quão diferente pode ser cada lugar… ou tão igual, com crianças a brincar. Há, todavia, algumas imagens que podem enganar quem vive neste lado do mundo – pode parecer que uma criança que dá a mão a familiares está a fugir de uma tragédia quando, na verdade, é só um menino muito aborrecido numa festa.

Entre as imagens está, claro está, aquela que é provavelmente a fotografia mais famosa de McCurry – a da menina afegã de olhos verdes Sharbat Gula

Entre as imagens está, claro está, aquela que é provavelmente a fotografia mais famosa de McCurry – a da menina afegã de olhos verdes Sharbat Gula, que foi capa da revista National Geographic – e depois o retrato da mesma menina, já mulher, que McCurry reencontrou anos mais tarde. Com curadoria da italiana Biba Giaccheti, que trabalha com o fotógrafo há vinte anos, sendo produtora de várias dos seus trabalhos, esta mostra terá, no Porto, uma configuração diferente dos outros lugares por onde já passou, nomeadamente Itália (onde teve mais de um milhão de visitantes no espaço de um ano) e Bruxelas. Em todas as paragens, a exposição é desenhada de acordo com a sala, mantendo o mesmo princípio: uma viagem intimista ao universo do fotógrafo que publicou mais de 30 livros de fotografia, com fotografias que convidam o visitante a criar o seu percurso de acordo com as suas emoções.

«O princípio é que toda a gente deva estar livre para caminhar dentro da exposição da maneira que quiser, não há uma tour específica. Por isso fizemos esta espécie de labirinto dentro do qual há duas exposições a decorrer», explicou Biba Giachetti, durante a montagem da mostra. As imagens vão estar colocadas em estruturas suspensas, de costas uma para as outras, de maneira que uma imagem enternecedora pode ter por trás dela uma imagem perturbadora.

Há ainda uma pequena secção dedicada à primeira reportagem de McCurry no Afeganistão, com uma coleção a preto e branco

Mesmo assim, há uma organização formal mínima, com uma espécie de praça central a agregar o percurso – aí, encontram-se cinquenta das mais famosas fotografias de Steve McCurry, aquelas que deram capas de revista ou de livros, sendo possível utilizar um audioguia para escutar o autor falar de cada uma delas, no original inglês ou na tradução em português.

Em redor, pode-se circular por coleções de fotografias, uma delas mais dedicada a retratos, outra a fotos de guerras e desastres, outras de paisagens e espiritualidade (que inclui as séries sobre monges e templos budistas) ou ainda de retratos que evocam realidades sociais específicas, como a condição feminina e o drama doa refugiados.

Há ainda uma pequena secção dedicada à primeira reportagem de McCurry no Afeganistão, com uma coleção a preto e branco e ainda um vídeo, para ver numa zona mais confinada. O autor recebeu vários prémios de fotografia, incluindo a Medalha de Ouro Robert Capa, o National Press Photographers Award e quatro primeiros prémios no concurso World Press Photo.

The World of Steve McCurry
De 14 de outubro até 31 de dezembro de 2017
Morada: Alfândega do Porto, Rua Nova da Alfândega, Porto
Tel: 223403000
Horário: Segunda a sexta das 10h00 às 18h00; sábado, domingo e feriados das 10h00 às 19h00.
Bilhetes: 11 euros (adulto), sénior/estudante 9 euros, crianças dos 4 aos 12 anos 8 euros. Bilhetes de grupo: famílias (2 adultos + 2 crianças) 32 euros; visitas guiadas a grupos (até 20 pessoas) 70 euros, com inscrição prévia