Quiz #23: «Com bom produto podemos fazer grandes pratos»

André Lança Cordeiro à porta do seu mais recente restaurante, em Lisboa [foto: JMS]
Fiel às bases da cozinha francesa, André Lança Cordeiro, depois de uma temporada à frente do Ânfora, desafiou Leonor Sobrinho a entrar num novo projeto de restauração a dois em apenas 18 metros quadrados no Príncipe Real. Aberto ao jantar, de terça a sábado, o Local, assim se chama, é um tubo de ensaio para um segundo espaço que deve abrir em breve.

Uma cozinha para todos os dias?
Decididamente a cozinha da minha mãe , sempre muito saborosa e com zero desperdício!

Na hora de comer fora, o que pesa mais: o fator novidade, a comida, o nome do chef ou o boca a boca?
Geralmente o fator mais importante é a comida, o que me apetece em determinado dia. Mas, às vezes, o fator novidade também tem algum peso, porque considero importante estar informado sobre as novas tendências.

Qual o seu ingrediente secreto?
Sendo eu um “amante” da cozinha francesa, o mais simples seria dizer a manteiga, mas, de facto, o meu ingrediente preferido é a batata tanto pela enorme variedade como pela sua versatilidade.

Um prato que não lhe sai da cabeça?
Sem dúvida uma moleja de vitela acompanhada por acelgas e trufa preparada pelo meu primeiro chef em Paris, e grande amigo, Jérôme Bonnet.

Qual o maior trunfo da cozinha portuguesa?
A qualidade da nossa matéria-prima aliada à simplicidade na forma de a trabalhar. Com um bom produto podemos fazer grandes pratos; com mau produto é impossível.

O que nunca pode faltar na sua despensa/frigorífico/adega?
Tostas, um bom queijo e cerveja. Desta forma tenho sempre algo para me entreter

Qual a região, ou as regiões portuguesas, que ainda nos vão dar muitas alegrias?
Penso que o Algarve, devido à qualidade da sua matéria-prima e diversidade, ainda nos vai surpreender.

O paladar, educa-se?
Sim. Temos, cada vez mais, acesso a mais produtos e sabores oriundos de todas as partes do mundo. Isto permite-nos conhecer novos sabores e combinações. E sem dúvida nenhuma evoluir e educar o nosso paladar.

Um restaurante que ainda está na sua bucket list?
A minha bucket list é enorme, mas os principais são o Hôtel de Ville Cressier, na Suíça, o Epicure e o L’Ambroisie, ambos em Paris.

Um prato com sabor a infância?
Esta é fácil, a feijoada da minha mãe.

 

Pode acompanhar o novo projeto gastronómico de André Lança Cordeiro, aqui

[Sigam-me também no Instagram para mais estórias visuais]