Comer em conta no Porto dos Gatos, um cat café com pratos 100% vegetarianos

Folhado de legumes com arroz e salada, creme de legumes e chá preto com hortelã e limão. (Fotografia de Leonel de Castro/Global Imagens)
O Porto dos Gatos, no Bonfim, aposta em doces e pratos sem ingredientes de origem animal, muitos dos quais lembram sabores tradicionais portugueses. Francesinhas, tofu espiritual e arroz sem pato (com cogumelos) são algumas propostas deste cat café e restaurante, que vem atualizando espaço e ementa.

Há pouco mais de quatro anos, Joana Rocha, Fátima Meireles e Débora Montez juntaram-se para abrir O Porto dos Gatos, um cat café e restaurante de comida 100% vegetariana. Os felinos residentes, que se encontram numa sala própria, com acesso ao pátio interior, estão disponíveis para adoção responsável, ou não fossem Joana e Fátima, respetivamente, presidente e vice-presidente da associação Vida de Gato.

Fátima Meireles e Joana Rocha na sala dos gatos.
(Fotografia de Leonel de Castro/GI)

A esplanada tem novo mobiliário.
(Fotografia de Leonel de Castro/GI)

Quem quiser contactar com os animais pode fazê-lo, respeitando algumas regras para garantir o seu bem-estar, como deixá-los dormir, ou poupá-los a flashes fotográficos. É assim desde o princípio. Mas, com o tempo, têm sido introduzidas algumas novidades na carta e no espaço, que reabriu, há praticamente um mês, após receber obras. Os melhoramentos vão da esplanada à cozinha, que estava a tornar-se pequena – daí a criação de uma zona de cafetaria.

Toda a oferta está disponível em qualquer altura, dentro do horário de funcionamento. Mesmo o prato do dia, acessível de terça a sexta, pode ser servido fora da hora habitual de almoço, a não ser que se esgote entretanto. O menu diário, que vai variando, custa 9 euros na versão completa, isto é, com entrada, sopa, prato e bebida do dia (chá, limonada, água ou vinho). Abdicando da sopa, o valor desce para 8 euros, e quem quiser só o prato paga 6,5 euros.

Aquando da nossa visita, havia tostas com húmus, creme de legumes e folhado de legumes com arroz e salada. Numa próxima ida, pode calhar tofu espiritual, “rojões” de seitan ou arroz sem pato (com cogumelos). É que ali procura-se recriar sabores tradicionais portugueses só com recurso a ingredientes e produtos de origem vegetal. Por vezes, também se nota influência de outras latitudes, por exemplo, na forma de chili ou moqueca veganos.

Os bolos caseiros são um dos fortes da casa.
(Fotografia de Leonel de Castro/GI)

A ementa é extensa, e tudo é confecionado por Joana e Fátima. Há petiscos (“gatiscos”), cachorros (“cat’chorros”), bruschette, tostas, sanduíches, hambúrgueres com batata frita, francesinhas (quatro variedades, com nomes de raças de gatos, como Sphynx ou Maine Coon) e outros snacks, por valores até 10 euros (sem extras). A exceção é o brunch, que custa 18 euros por pessoa.

A casa também é forte nos doces, que têm especial saída durante a tarde, e disponibiliza uma variedade de bebidas, inclusive orgânicas. Seja qual for a opção, é para apreciar num ambiente acolhedor, com madeiras, plantas, livros e figuras de gatos um pouco por todo o lado – do puxador da porta às cadeiras, passando pelos suportes das velas.


O MENU

Menu do dia: desde 6,5 euros (só o prato); completo, 9 euros.

Especialidades: francesinhas, hambúrgueres, pratos tradicionais portugueses em versão vegana.

Sobremesas: bolo cremoso de chocolate, bolo de cenoura com chocolate, tarte de nata.

Os gatos, todos resgatados, estão disponíveis para adoção.
(Fotografia de Leonel de Castro/GI)

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Avenida Rodrigues de Freitas, 93-95 (Bonfim)
Telefone
222452502
Horário
Das 12h às 19h30. Encerra domingos, segundas e feriados.
Custo
(€) Preço médio: 15 euros


GPS
Latitude : 41.1458734
Longitude : -8.597650599999952




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend