Crítica: os vinhos que marcaram a feira Vinhos & Sabores

O Grandes Escolhas Vinhos & Sabores adotou a FIL no Parque das Nações como espaço de realização daquele que é o maior evento vínico do país. Dezenas de milhares de enófilos e centenas de produtores vieram a Lisboa conferir e partilhar o estado da arte.

O evento de grande dimensão da revista Vinho Grandes Escolhas ganhou um pulmão renovado ao instalar-se no espaço da FIL do Parque das Nações. Precedido de uma prova em que toda a imprensa é chamada, para eleger os melhores de cada estilo de vinho, é uma oportunidade imperdível em cada ano, pela proximidade com os produtores que configura. De banca em banca, são satisfeitas todas as dúvidas com os vinhos servidos a cada um, sem reservas. Foi o que fizemos nós também e aqui fica a primeira seleção.

Provámos e aprovámos dois primeiros lugares – branco e tinto – do concurso, para dar com um belo branco de Almeirim, o Marquesa de Alorna da Quinta da Alorna, e o exemplar touriga nacional de Cortes de Cima, surpreendente a todos os títulos, sobretudo pela frescura. São ambos sinais de que o conhecimento e o saber não estão concentrados apenas nos especialistas, o bom gosto e a experiência, juntamente com a atitude aberta – os vinhos são provados às cegas –, sem preconceitos, são mais do que suficientes para congregar consensos.

Ficam ainda cinco vinhos-choque, de surpresa e novidade, de que teremos sequela na próxima edição. Portugal é um grande país vitivinícola, sabemo-lo bem, mas sabe ainda melhor sentir-lhe o pulso neste modelo de confrontação direta com quem está a fazer os melhores vinhos.

Gostei de confirmar o recuo dos produtores em relação à madeira em que estagiam os melhores vinhos, optando regra geral por barricas de maior dimensão e que por isso mesmo marcam menos os vinhos, e nalguns casos mesmo a retirada da madeira, para bem da expressão minimalista e mais rigorosa do terroir de cada vinho.

É de saudar o surgimento de mais e melhores brancos topo de gama, com a preocupação, contudo, de que sejam amigos da mesa, mais em equilíbrio do que em potência. Tudo aponta para um futuro brilhante, dentro e fora do país, para os vinhos portugueses e só isso já é uma grande notícia. Saúde!

Os incontornáveis
Uma pequena amostra dos títulos de grande gabarito que fomos encontrar na feira Vinhos & Sabores deste ano, num primeiro grupo. Na próxima edição, provamos e mostramos os restantes. Boas provas!

Percorra a fotogaleria para os conhecer.