Valongo é a nova capital de BTT com 150 km de trilhos

Valongo a nova capital de BTT
Há seis percursos com quatro níveis de dificuldade, para atrair todo o tipo de público. (Fotografia: Rui Oliveira/GI)
Inaugurado há pouco mais de um mês, o novo centro de BTT está equipado com balneários, posto de lavagem de bicicletas, oficina self-service, entre outras valências.

Desde há muito que o concelho de Valongo é uma meca para os praticantes de BTT, vindos de todo o país, em busca dos famosos e desafiantes os trilhos da Serra de Santa Justa. E desde o início do mês passado, com a inauguração do novo Centro de BTT de Valongo, que quem aqui chega encontra muitas mais condições para a prática desta modalidade.

Equipado com balneários, posto de lavagem de bicicletas e oficina self-service, entre outras valências, o centro tem como porta de entrada principal o Pavilhão Municipal nº2 de Campo, de onde se acede a uma extensão total de 153 quilómetros de trilhos sinalizados, ao longo das serras de Santa Justa e de Pias, do Alto de Saldanha e da zona de Sobrado.

Ao todo, são seis percursos com quatro níveis de dificuldade, fácil, moderado, difícil e muito difícil, de modo a atrair todo o tipo de praticantes, desde ciclistas em iniciação até aos mais experientes. Além de valorizar e divulgar as paisagens naturais da região, o objetivo deste centro – o sétimo a ser inaugurado este ano, a nível nacional – é também o de conceder mais condições de segurança aos muitos ciclistas que regularmente treinam em toda a área do Parque das Serras do Porto, que integra territórios dos concelhos de Valongo, Gondomar e Paredes.

A título de curiosidade, são já 15 os centro de BTT homologados pela Federação Portuguesa de Ciclismo, existentes em território nacional. São eles os de Vinhais, Proença-a-Nova, Pampilhosa da Serra, Penacova, Serra do Açor-Arganil, Gardunha, Manteigas, Sabugal Seia, Batalha/Pia do Urso, Baião Valongo, Alcanena, Mondim de Basto e Vouzela.

centrosdebtt.pt

AGENDA

Corrida da Linha, Cascais
17 de setembro

A estrada marginal volta a receber mais uma edição desta prova, que ano após ano se tem afirmado como uma das mais populares da rentrée, atraindo uma verdadeira multidão para percorrer, a correr ou a andar, o percurso que liga o centro de Cascais à praia de Carcavelos. Além da prova principal, de 10 km, haverá também uma caminhada familiar, de 5 km, com partida da praia da Bafureira.
corridadalinha.destak.pt

Travessia de Castelo de Vide e Marvão
22 a 24 de setembro
Este percurso faz a ligação histórica entre Castelo de Vide e Marvão, atravessando quintas, olivais e pastos de gado, mas também os impressionantes bosques de carvalhos e castanheiros que antecedem os últimos km do percurso, sempre a subir, ao longo de uma calçada medieval, em direção à vila de Marvão. Quem o desejar pode também experimentar fazer rappel e uma via ferrata no percurso da Serra de São Paulo.
greentrekker.pt

Biorace Challenge, Estarreja
23 de setembro

Os percursos do BioRia e a zona do Baixo Vouga Lagunar são o palco desta prova onde os participantes terão de superar vários obstáculos, com diferentes níveis de dificuldade. O percurso tem 10 km e além de corrida, inclui desafios como subir a fardos de palha, paliçadas e pneus, atravessar rolos de madeira e manilhas, rastejar na lama, atravessar lombas e transportar troncos de árvores.
lap2go.com

 

Leia também:

8 programas de ar livre para o fim de semana em Lisboa
À descoberta das maravilhas e das praias junto ao Zêzere
Caminhar pelo maior passadiço do sotavento algarvio