A francesinha do Café Santiago tem uma nova casa no Porto

Fica a pouco mais de 100 metros da casa-mãe, é mais espaçoso e pretende aliviar as longas filas na rua Passos Manuel. Só uma coisa não muda: a receita da francesinha.

Quantas francesinhas por dia se servem afinal no concorrido Café Santiago? As contas «não são fáceis de fazer», explica Rui Pereira, um dos proprietários. «Diria que entre as 400 e 500». As persistentes filas à porta do café na rua Passos Manuel são o resultado final de uma equação que junta a fama da especialidade à curta capacidade da casa. Mas esse é um problema que parece, agora, estar finalmente resolvido. O Dia de Santiago, celebrado a 25 de julho, foi também a data escolhida para a inauguração do novo café, mais espaçoso, mais moderno e a escassa distância do original.

Chamaram-lhe Café Santiago da Praça. A praça é a dos Poveiros mas «toda a gente percebe» e assim «evita-se que o nome fique demasiado longo». Não será pelo longo nome que os fãs da francesinha do Santiago deixarão de percorrer os pouco mais de 120 metros que separam as duas casas. A expansão é, na verdade, a «confirmação da primeira lei da economia, a da oferta e da procura», explica Rui.

A nova casa, à face da Praça e de fachada envidraçada, é uma espécie de santuário ao Porto, antes de o ser à francesinha. Isso vem depois. A primeira impressão é a da extensão da praça para o interior do espaço e dos seus azulejos azuis e brancos.

«A iluminação replica as ramadas das vinhas nortenhas, o balcão da entrada está revestido com madeira das ferrovias e nas paredes a distância daqui até alguns dos sítios mais emblemáticos do Porto. Isto porque estamos efetivamente no centro de tudo», justifica.

Tem quase o dobro da capacidade da casa-mãe. São cerca de 120 lugares sentados para fazer face ao apetite por francesinhas de portuenses e turistas. No Café Santiago, as filas não eram apenas inconvenientes para quem esperava de pé por um lugar à mesa. «As condições de espera não eram as melhores e sentimos que as filas criavam em nós também algum nervosismo por não conseguirmos proporcionar o melhor serviço possível».

O que não mudou foi a receita secreta e a razão do sucesso destas francesinhas. Mas se nada muda na francesinha, isso não significa que o acompanhamento não possa trazer algo de novo. E traz. As batatas chegam agora à mesa com uma linguiça picante crocante. E no preço também não se mexe: são os 9,5 euros do costume.

 

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Praça dos Poveiros, 82, Porto (Baixa)
Telefone
222055083
Horário
Das 12h00 às 16h00 e das 19h00 às 23h00. Até às 00h00 à sexta e sábado. Encerra ao domingo.
Custo
(€) 15 euros

Email
santiagopraca@cafesantiago.pt

GPS
Latitude : 41.1460635
Longitude : -8.604050099999995


CONTEÚDO PATROCINADO