Um largo em Braga para passear e sair à noite

Terá sido no Largo de São João do Souto que as festas sanjoaninas da cidade começaram, e hoje não lhe faltam festas ao longo do ano, da Feira Romana à Noite Branca. Hoje, é um lugar para passear a pé, com algumas casas de comer e beber interessantes e alguns monumentos.

O centro histórico de Braga tem, atualmente, um aspeto que nos remete para a era oitocentista, e o Largo São João do Souto não é exceção. De formato triangular, é uma área semi-pedonal, ornamentada por edifícios antigos recuperados.Esta acompanhou as várias transformações que a cidade dos arcebispos sofreu ao longos dos séculos. Uma das mais marcantes aconteceu aquando a demolição das portas que restavam na cintura medieval. No Largo São do Souto estava uma das mais importantes: a porta de São João, que foi demolida em 1867.

Adotando o nome do santo, acredita-se que as primeiras celebrações da principal festa bracarense – São João de Braga – tiveram lugar neste mesmo largo, que ainda hoje vê passar centenas de turistas que se deslocam a Braga na noite de 23 de junho. Além das festas sanjoaninas, é também palco da Feira Romana e da Noite Branca, que juntam milhares de pessoas. Hoje, reconstruída e movimentada, é uma das zonas mais frequentadas na noite da capital minhota e dá acesso direto à famosa Sé de Braga.

 

mapa

 



CONTEÚDO PATROCINADO