Caminhada de 10 quilómetros por Viana do Castelo

Caminhada de 10 quilómetros por Viana do Castelo
Do alto do miradouro de Santa Luzia vislumbra-se, nos dias limpos, todo o recorte da costa até à Póvoa de Varzim. (Fotografia de Artur Machado/GI)
Mesmo junto à capital do Alto Minho, o Trilho dos Canos de Água revela alguns segredos e paisagens ainda desconhecidos para muitos.

Do alto do miradouro de Santa Luzia vislumbra-se, nos dias limpos, todo o recorte da costa até à Póvoa de Varzim, numa das vistas panorâmicas «mais bonitas do mundo», como a descreveu, há já 80 anos, a revista National Geographic. É precisamente aqui, num dos locais mais visitados do concelho de Viana do Castelo que tem início este trilho circular, juntando mar, montanha e património numa única e curta caminhada, com apenas 10 km de extensão.

O caminho florestal inicial leva até dois arcos de pedra, os Arcos do Fincão, no topo dos quais passam os tais canos que dão nome ao trilho. Os arcos fazem parte de um complexo sistema de abastecimento de água, que em tempos transportava através de canos, viadutos e levadas, a água captada nas minas da serra para os depósitos da cidade de Viana do Castelo. O caminho prossegue depois por cima destes canos, que conduzem a velhos moinhos e antigas minas de águas abertas na rocha, passando ainda pelo lugar de São Mamede, conhecido pela sua capelinha e pelas ruínas do povoado original.

Junto ao marco geodésico da Bouça do Frade, impõe-se um desvio até ao Alto do Frade, onde fica situada a “Casa do Radar”, um edifício abandonado que serviria de posto de controlo aéreo, durante a Segunda Guerra Mundial – no piso superior avista-se mais uma bela panorâmica sobre Viana e o vale do Rio Lima. Já perto do final, o passeio passa ainda junto da “Citânia de Santa Luzia”, um notável exemplar de povoado fortificado do Noroeste Peninsular, atribuído à idade do ferro e conhecida localmente por “Cidade Velha”, em mais um exemplo do muito que uma simples caminhada pode desvendar.

Além deste, o concelho de Viana do Castelo possui uma extensa rede de percursos pedestres que se prolonga desde a costa, pelas margens do rio Lima até às montanhas. Ao todo são 23 pequenas rotas, às quais se juntam ainda um conjunto de ciclovias, a ecovia do Rio Lima e o troço do Caminho Português da Costa dos Caminhos de Santiago.

 

AGENDA

Dias com Energia, Porto
3 de junho
Sempre aos sábados de manhã, esta iniciativa da Câmara Municipal do Porto oferece aulas gratuitas de pilates, yoga e tai chi. A participação não implica inscrição, bastando apenas comparecer nos Jardins do Palácio de Cristal, à hora anunciada, com roupa e calçado confortável para a prática destas atividades.
www.portolazer.pt

Benfica Ecobike Tour, Lisboa
4 de junho
Um passeio de bicicleta em família, que desfaia os participantes a percorrem um trajeto de cerca de 20 km pela cidade de Lisboa, com passagem por locais como o Parque Eduardo VII, a Praça do Marquês, o Terreiro do Paço, a Praça da Figueira, o Campo Grande ou Cidade Universitária. O ponto de partida e de chegada será junto ao estádio da Luz, onde no final haverá muita animação.
ecobiketour.net

Corrida do Mirante, Alenquer
11 e 10 de junho
Depois dos Trilhos de Bellas, em Março e do Cascais Trail Experience, em abril, é agora a vez da Base da Ota, em Alenquer, receber mais uma etapa do novo Circuito Lisboa Trail, composto por quatro provas e que se vai realizar no distrito de Lisboa até julho. O programa inclui um desafio por equipas, duas privas de trail running de 23 e 12 km e ainda uma caminhada não competitiva de 10 km.
werun.pt

 

Leia também:

Viana do Castelo vai ter a segunda praia para cães do país
Norte: O que é que Viana Tem?
Aqui está o Top 10 dos hotéis de praia em Portugal



CONTEÚDO PATROCINADO