Sugestões para celebrar o Dia da Criança em família, de Norte a Sul

O Dino Parque, na Lourinhã. (Fotografia de Jorge Amaral/Global Imagens)
Figuras de dinossauros à escala real; casas e monumentos em miniatura, onde se pode entrar; um mercado de troca de brinquedos... Não faltam propostas para comemorar o Dia da Criança, nesta quinta-feira. E a festa estende-se até ao fim de semana, com atividades para diversos gostos e carteiras, país fora.

#1 – Experimentar canoagem, karts e insufláveis de forma gratuita (Mirandela)

Um parque de diversões com insufláveis, karts, canoagem e outras experiências, numa área superior a sete mil metros quadrados, no Parque Dr. José Gama. Eis o programa que a Câmara de Mirandela reservou para esta quinta-feira, Dia Mundial da Criança, tendo como destinatários todos os alunos do concelho, do pré-escolar ao primeiro ciclo. Os visitantes têm acesso ainda a um conjunto de atividades proporcionadas pela PSP e pelos Bombeiros Voluntários locais, presentes no recinto. Paralelamente, decorrem ações de sensibilização sobre os cuidados a ter com a pele, face à exposição solar. O parque, de frequência gratuita, funciona entre as 9h30 e as 15h30, segundo informações da autarquia.


#2 – Aprender a cozinhar no Mercado do Bolhão (Porto)

O Dia da Criança comemora-se na quinta-feira, mas é no sábado que o Mercado do Bolhão acolhe um conjunto de atividades dirigido às famílias. Às 11 horas, há edição especial do “Chef à moda do Bolhão”, para pais e filhos, na cozinha Bolhão – Meireles. Os adultos assistem a uma sessão de showcooking do chef Paul André, enquanto os mais novos participam numa oficina dirigida pela chef Júlia Leite. Às 15 horas, tem lugar outra oficina, desta feita promovida pela Casa da Arquitetura, na Escadaria Principal, tendo como tema “Da casa ao Mercado”. Durante a manhã, é esperada também a visita de Draco, a mascote do Futebol Clube do Porto, e de Cascas, a mascote da Porto Ambiente. Esta última acompanha o jogo “Roda da Reciclagem”, a decorrer na Banca História, das 10 às 13 horas e das 14 às 17 horas.

O renovado Mercado do Bolhão, no coração do Porto.
(Fotografia de Leonel de Castro/ Global Imagens)

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua Formosa, 322, Porto
Telefone
223326024
Horário
Das 8h às 20h, de segunda a sexta; até às 18h, ao sábado. Encerra ao domingo.


GPS
Latitude : 41.1493794
Longitude : -8.60707990000003

#3 – Brincar entre casinhas regionais, no Portugal dos Pequenitos (Coimbra)

Oficinas, recriações históricas, magia, animação de rua e outras propostas compõem o programa “Artes no Parque, em curso, no Portugal dos Pequenitos, a partir desta quinta-feira e até domingo. Não que faltassem motivos para visitar o parque temático mais antigo do país. Às famosas miniaturas de monumentos e casas regionais juntam-se outros atrativos, como mostras, sessões de contos e demais atividades regulares, dirigidas aos mais novos. Por estes dias, o espaço do Alentejo acolhe a exposição “Arte Chair – Aquecimento Global – Não fiques sentado”, fruto de um trabalho colaborativo entre 26 escolas de Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. No mês passado, foi lançada uma aplicação móvel gratuita, que permite fazer uma visita virtual ao espaço.

A zona das casas regionais.
(Fotografia: DR)

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rossio de Santa Clara, Coimbra
Telefone
239801170/1
Horário
Aberto todos os dias, das 10h às 19h.
Custo
(€) Bilhetes desde 9,95 euros. Entrada livre para crianças até aos 3 anos.

Website

GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245

#4 – Trocar brinquedos e jogos à beira do Mondego (Coimbra)

Mostrar aos mais novos que existem alternativas de consumo, através de uma economia solidária, e sensibilizá-los para a importância de princípios como a partilha e o desapego. Eis alguns dos objetivos do Mercado de Trocas para Crianças e Jovens, uma iniciativa da associação cultural Casa da Esquina que já soma mais de uma década e conhece, no próximo sábado, nova edição. Uma oportunidade para prolongar as comemorações do Dia da Criança. O encontro é no Parque Verde do Mondego, junto ao espaço Ler ao Cubo, da Biblioteca Municipal de Coimbra, entre as 10 e as 13 horas. Os participantes só têm de levar brinquedos, jogos, livros e outros objetos lúdicos que já não utilizem, assim como uma manta para os expor. O acesso é livre, mas sujeito a inscrição aqui.

O Parque Verde do Mondego.
(Fotografia de Maria João Gala/Global Imagens)


#5 – Visitar um parque com réplicas de dinossauros em tamanho real (Lourinhã)

A Lourinhã, a cerca de 45 minutos de Lisboa, é uma referência no estudo dos dinossauros, à escala global, tão ricos são os vestígios que os mesmos deixaram na região (lá foi descoberto, por exemplo, o Lourinhanosaurus). Por isso, não admira que tenha sido o local escolhido para receber o Dino Parque, apresentado como “o maior museu ao ar livre em Portugal e na Europa”. Por uma área de dez hectares distribuem-se quase 200 figuras de dinossauros em tamanho real. Há exposições e percursos temáticos, incluindo o mais recente trilho da Idade do Gelo, com 14 novos modelos, incluindo mamutes e tigres de dentes de sabre. Pretexto mais do que suficiente para uma visita ao espaço, que assinala o Dia da Criança com surpresas para os visitantes: no próximo fim de semana, os mais novos têm visita guiada gratuita (quando acompanhados por um adulto), podendo ainda contactar com a mascote Lori. Toda a família é bem-vinda, incluindo os animais de companhia. Às mesas de piquenique juntam-se bebedouros.

Um dos quase 200 modelos à escala real.
(Fotografia de Jorge Amaral/Global Imagens)

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua Vale dos Dinossauros, 25, Abelheira, Lourinhã
Telefone
261 243 160
Horário
Aberto todos os dias do ano, a partir das 10h. Em janeiro, fevereiro, outubro, novembro e dezembro, encerra às 17h (última entrada às 15h30); em março, abril, maio, encerra às 18h (última entrada às 16h30); e em junho, julho, agosto e setembro encerra às 19h (última entrada às 17h30).
Custo
(€) Bilhete criança (até aos 12 anos): 10 euros; bilhete adulto: 13 euros.

Website

GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245

# 6 – Saborear um brunch entre jogos e pinturas faciais (Lisboa)

Mini burgers, nuggets de frango, fish fingers, batatas fritas, mini pizas, mousse de chocolate, gelatinas, espetadas de fruta, panquecas, gomas e gelados. Eis a composição do “Kids Corner Menu”, que o Viseversa põe na mesa no próximo domingo, como forma de celebrar o Dia da Criança. O restaurante, inserido no hotel Hyatt Regency, em Belém, Lisboa, disponibiliza o seu brunch entre as 12h30 e as 17h, sendo que para os adultos há peixe, mariscos e outras sugestões. Os mais novos têm animação garantida a partir das 13h30, numa zona delimitada e supervisionada. Entre as atividades propostas contam-se pinturas faciais, jogos tradicionais, um insuflável e um desafio de decoração de doces. Esta oferta tem um custo de 65 euros por pessoa (metade, para crianças dos 3 aos 12 anos).

O brunch reúne uma variedade de doces.
(Fotografia: DR)

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua da Junqueira, 63, Lisboa
Telefone
219 023 205
Horário
Almoço, das 12h às 15h. Jantar, das 18h às 23h. Bar, até às 00h. Todos os dias.
Custo
() Preço médio ao jantar: 35 euros. Menu executivo ao almoço: 25 euros.


GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245

#7 – Assistir a um musical da Operação Nariz Vermelho (Montijo)

“Compasso de Palhaço – Pequena Sinfonia para as Horas Vagas” é como se chama o musical infantil que a Operação Nariz Vermelho (ONV) põe em cena, no próximo domingo, às 16h30 horas, no Cinema-Teatro Joaquim d’Almeida – Teatro Municipal do Montijo. O espetáculo, que inclui jogos e músicas originais tocadas e cantadas ao vivo, dura cerca de uma hora e destina-se a famílias com crianças a partir dos 6 anos. Tem entrada grátis, devendo os bilhetes ser reservados antecipadamente (por exemplo, através do número de telefone 212 327 882) e levantados até dois dias antes. É mais uma oportunidade para ver aquela criação do diretor artístico da ONV, Fernando Escrich, que já passou por 17 hospitais parceiros, bem como pelo Centro Cultural de Belém, em Lisboa. É agora recuperada, a pretexto do Dia da Criança, na data em que aquela Instituição Particular de Solidariedade Social comemora 21 anos. Os seus “doutores palhaços” visitam crianças internadas em hospitais públicos, trabalhando em estreita ligação estreita com os respetivos profissionais de saúde.

Doutores palhaços animam crianças com música ao vivo.
(Fotografia de Paulo Spranger/Global Imagens)


#8 – Ver cinema de animação grátis em família

Emoção e aventura caracterizam as curtas-metragens que o CINANIMA – Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho disponibiliza gratuitamente, em streaming, entre quinta-feira e domingo, para festejar o Dia da Criança. Trata-se de uma seleção de obras nacionais e internacionais, de diversos estilos, dirigidas a todas as faixas etárias. “Esperamos desta forma estreitar os laços entre as gerações, despertando o interesse pelo cinema de animação e proporcionando momentos de alegria”, fez saber a organização de um dos mais longevos festivais do género, no mundo. A sua 46.ª edição, realizada em novembro passado, pôs em competição mais de uma centena de filmes, de 26 países.

O filme “Putovange” (“A Viagem”), de Mirela Ivanković Bielen. (Imagem: DR)




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend