O festival dos contos chega este fim de semana a Lisboa

Lisboa: O festival dos contos chega este fim de semana
Durante três dias, de 14 a 16 de julho, a reaberta Biblioteca do Palácio Galveias, em Lisboa, recebe o Festival Ibero-Americano de Narração Oral, com histórias tradicionais contadas por oradores vindos de países latinos como México, Perú, Uruguai, Colômbia e Brasil.

As histórias contadas pelos avós e os livros lidos pelos pais são determinantes na formação de uma criança. Afinal, trata-se de dar mundo a quem é pequenino e pouco viu. E a partir desta sexta-feira, dia 14, até domingo, o repertório da tradição oral pode aumentar com uma visita à Biblioteca Municipal do Palácio Galveias.

O antigo palácio do século XVII reabriu portas a 10 de junho, depois de quase dois anos encerrado para remodelações, e começa agora a voltar-se para a programação familiar. É o caso deste Festival Ibero-Americano de Narração Oral, que tem inclusive um horário especial para o público infantil, apesar das crianças poderem assistir a todas as narrações.

De 14 a 16 de julho, as sessões matinais são especialmente dirigidas aos mais novos, que vão poder ouvir contos tradicionais do Uruguai, Espanha, Argentina e Perú e outras histórias. São contadas por atrizes, escritores e dramaturgos, que numa época dominada pelo tablet e pelo visor dos smartphones, não deixam a tradição oral morrer.

Portugal também se faz representar, com narradores de várias regiões do país, sem esquecer as ilhas. Do Alentejo vem Cristina Taquelim, do Algarve Luís Correia Camelo, dos Açores Valter Peres e da Madeira Sofia Maúl. No total, serão três dias, 16 horas e 15 contadores de oito países a festejar o poder das palavras, no ano em que Lisboa é capital da cultura ibero-americana.



CONTEÚDO PATROCINADO