Crítica: vinhos Pontual à mesa e também na garrafeira

Há qualquer coisa de universal no perfil dos vinhos alentejanos que agrada muito ao consumidor português, e faz a região ser ainda a preferida no nosso mercado. Responde no entanto por uma extensão muito vasta de vinhas, solos e climas. Os vinhos Pontual, do Alandroal, marcam a diferença.

Estamos no interior alentejano, onde já só vão os que querem mesmo ir. Os montados de sobro e azinho ponteados por olivais bonitos e românticos, montam um dos cenários mais exóticos do Alentejo mas que a canícula torna quase intransponíveis. Foi no entanto aqui que o enólogo Paolo Nigra, conhecedor profundo do Alentejo, Ribatejo, Lisboa e com vinhos feitos em praticamente todo o país, fundou em 2000 a PLC – Companhia de Vinhos do Alandroal, juntamente com dois sócios.

A marca principal é a Pontual e achámos que cerca de 15 anos após o lançamento do primeiro vinho estava na altura de aquilatar a força e a qualidade do projecto. Com Arinto, Roupeiro e Verdelho nas castas brancas, Touriga Nacional, Syrah, Trincadeira, Alicante Bouschet, Aragonês e Cabernet Sauvignon nas tintas, a cobertura de vinha estende-se por cerca de 100 hectares, solos principalmente xistosos entre Alandroal e Portalegre. O desafio enológico nestas paragens é conseguir frescura nos vinhos, ou seja, estrutura bem urdida, acidez afinada de acordo com ela e contenção alcoólica.

Hoje que já estamos a lutar com aspectos de aquecimento global que afectam muito a produção e qualidade dos nossos vinhos, o trabalho na vinha é fundamental e o enólogo é peça chave do êxito. Fomos encontrar vinhos de recorte moderno, a um tempo consensuais e diferentes, preparados para mostrar ao mundo o bom desempenho do vinho alentejano. Uma boa surpresa é o que espera quem se aproximar destas novas pérolas do grande e imenso Alentejo.

OS VINHOS PONTUAL

São cinco os vinhos que compõem actualmente o portfólio Pontual, um branco e um tinto de lote, dois tintos varietais e um tinto reserva a encabeçar a gama. Característica comum a todos eles é o equilíbrio, a escolha cabe, como sempre, a cada um. Boas provas?

Percorra a fotogaleria acima para conhecer os vinhos e a respetiva classificação.



CONTEÚDO PATROCINADO