Caminhar para conquistar os fortes de Arruda dos Vinhos

A primeira edição do Hike pelas Linhas, dia 22 de abril, em Arruda dos Vinhos, desafia os participantes a percorrem um percurso com recurso a instrumentos militares de navegação.

O jardim municipal de Arruda dos Vinhos, junto à praça de touros da vila, é o ponto de partida para esta original aventura, que pretende promover e divulgar a história militar do concelho, em especial a época das Invasões Francesas.

Muito mais que uma simples caminhada, a primeira edição do Hike pelas Linhas, que terá lugar no dia 22 de abril, propõe ao participante experienciar as vivências dos exércitos de então, percorrendo um circuito de 14 km ao longo dos diversos fortes da região apenas com recurso a instrumentos militares de navegação como a carta militar e o escalímetro.

Antes da partida, os participantes irão aprender a navegar em autonomia, através do cálculo de coordenadas, e, ao longo do percurso, terão de decifrar alguns enigmas para seguir em frente. Mas não se assuste quem não o conseguir logo à primeira, pois a organização, em parceira com os escuteiros, garantirá todo o apoio necessário no cálculo e verificação das coordenadas, bem como na orientação da Carta Militar com o terreno envolvente. Afinal, desta vez, o objetivo não é conquistar um país, mas apenas chegar ao fim.

A partida da caminhada está marcada para as nove da manhã e a hora limite de chegada é às 14h. Para a parte da tarde, a organização tem preparadas diversas atividades ao ar livre, também elas relacionadas com as Linhas de Torres e a história das invasões francesas.

O Forte do Cego e o Forte da Carvalha são duas as fortificações do Concelho de Arruda dos Vinhos que fazem parte da Rota Histórica das Linhas de Torres, cujo troço inclui ainda um Centro de Interpretação, instalado no Centro Cultural do Morgado.

Mais informações em hike-pelas-linhas.webnode.pt.



CONTEÚDO PATROCINADO