12 tradições de Ano Novo para quem acredita na sorte

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades? Na noite de passagem de ano não é bem assim. Há velhos hábitos que se mantêm - e comer 12 passas pedindo 12 desejos à meia-noite é apenas o início de todo um processo em busca da sorte. Saiba porquê.

Sabia que em Lisboa foi costume, nos anos 1950 e 1960, atirar pratos e tachos velhos pelas janelas? Ou porque é que se deve entrar no novo ano com dinheiro no sapato ou nas mãos? E onde surgiu o hábito de comer 12 passas à meia-noite? A passagem de ano, um pouco por todo o mundo, está repleta destes e outros rituais, tradições ou superstições – é o que cada um lhes quiser chamar.

Umas têm origens seculares, outras parecem comportamentos estranhos. Há quem as cumpra criteriosamente, enquanto outros não perdem tempo a desacreditá-las. Certo é que a maioria de nós cumpre pelo menos uma tradição na passagem de ano: comer 12 passas e pedir 12 desejos à meia-noite, de copo de champanhe na mão. Tudo para entrar com o pé direito (literalmente) no novo ano. Neste caso, em 2018. Percorra a fotogaleria para conhecer em detalhe 12 tradições de ano novo.

 

Leia também:

18 hotéis para celebrar 2018 de norte a sul
Nova discoteca de Lisboa abre na passagem de ano
Comboios a 2 euros em Lisboa, Porto e Coimbra no Ano Novo