Programas para festejar o Ano Novo chinês em família

Programas para festejar o Ano Novo chinês em família
A festa do Ano do Cão antecipou-se já na passada semana com um desfile na Almirante Reis, mas as celebrações continuam nos próximos dias no Museu do Oriente com muitas atividades para fazer em família.

A 31 de dezembro nada mudou para quem se rege pelo calendário lunissolar, como a República Popular da China. Ao contrário do calendário gregoriano, usado nos países ocidentais, este junta as fases da lua às rotações da terra para ajudar a determinar o início de um novo ano, que não tem data fixa, podendo ocorrer entre o final de janeiro e as primeiras semanas de fevereiro. Este ano a data comemora-se esta sexta, dia 16, e o Museu do Oriente não a deixa passar em branco.

Depois da Avenida Almirante Reis e a Praça do Martim Moniz terem sido palco para um desfile e várias atuações no passado fim de semana, as celebrações do Ano do Cão continuam no museu, que através de várias oficinas para famílias vai recordar tradições chinesas de entrada num novo ano. Como a das típicas lanternas vermelhas que os mais novos vão poder aprender a construir na manhã de dia 17. A parte da tarde é também ela dedicada à decoração do Ano Novo e os participantes vão aprender a importância da arte milenar do recorte, através da qual se ornamentam as casas em preparação para a data.

Logo no primeiro dia do Ano Novo chinês, visitam-se também as coleções referentes à cultura chinesa e conhecem-se as personagens-tipo que integram a Ópera Chinesa. As tradições são aprofundadas ainda noutro workshop para famílias, a 18 de fevereiro, sobre os costumes desta celebração: vestir roupa nova, decorar a casa, comer comida típica e receber envelopes vermelhos com dinheiro. Porque não descobrir outras tradições?

Ícone: Tal como as comemorações na China, no Museu do Oriente a festa estende-se durante vários dias e culmina a 24 com uma oficina Procurando Dragões, em que os miúdos vão percorrer o museu à procura das criaturas míticas.
Programação especial ano novo chinês
16 a 24 de fevereiro. Preços das atividades: entre 4 a 6 euros. museudooriente.pt

Leia também:

Gaia: Dormir a cinco minutos das caves de vinhos
6 restaurantes para comer em Guimarães
6 restaurantes com comida para pegar e levar no Porto