Vai nascer uma nota rota pedestre e ciclável pelas Montanhas Mágicas

Grande Rota das Montanhas Mágicas. (Fotografia: DR)
A Grande Rota das Montanhas Mágicas será apresentada dia 1 de julho. O percurso pedestre e ciclável circular soma 280 quilómetros ao longo de sete concelhos, quatro serras e pelos vales de seis rios.

A partir de 1 de julho, Portugal ganha mais uma Grande Rota para caminhadas e passeios de BTT, pensada para quem gosta de unir desporto e natureza. A Grande Rota das Montanhas Mágicas é o nome do novo trilho circular, que totaliza cerca de 280 quilómetros, ao longo de sete concelhos – Vale de Cambra, Arouca, Castelo de Paiva, São Pedro do Sul, Castro Daire, Sever do Vouga e Cinfães.

A pé ou de bicicleta, o percurso atravessa quatro serras ao todo – as da Freita, Arada, Arestal e Montemuro -, além dos vales dos rios Douro, Vouga, Paiva, Bestança, Caima e Teixeira, e outros pontos de interesse como os da Rota da Água e da Pedra, o Arouca Geopark Mundial da UNESCO e zonas especiais classificadas na Rede Natura 2000.

O trajeto, que será apresentado oficialmente no dia 1, na aldeia de Felgueira (em Arões, Vale de Cambra), é composto pela Grande Travessia de BTT, que está dividida em oito etapas sinalizadas, que foram dimensionadas para ser completadas a uma média de uma etapa por dia. Há ainda o circuito pedestre, com 14 segmentos, idealmente finalizados em 14 dias.

As serras da Freita, Arada, Arestal e Montemuro integram o percurso. (Fotografias: DR)

Sobre a Grande Rota das Montanhas Mágicas, João Carlos Pinho, coordenador da ADRIMAG (Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Serras de Montemuro, Arada e Gralheira), que pensou este projeto, adianta que se trata de um novo circuito “que muito vai valorizar este território”. “Tem também um grande potencial para dinamizar, por arrasto, toda a economia dos concelhos atravessados pelo traçado, da restauração à hotelaria, do comércio às empresas de animação turística”, adianta o responsável sobre a rota. Saiba mais sobre o percurso pedestre e ciclável aqui.

A rota é inaugurada em julho e conta com 280 quilómetros, em formato circular.




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend