Da tigelada às cancelas contra os lobos: a vida numa aldeia de Proença-a-Nova

Os visitantes de Figueira podem aprender a fazer (e cozer) tigelada no Ateliê da Aldeia, gerido por Joana Pereira, da empresa SOUL. (Fotografia de Gerardo Santos/GI)
A aldeia de xisto de Figueira, no concelho de Proença-a-Nova, conserva ainda muitos dos vestígios de antigamente, quando a vida girava em torno do forno comunitário e do cultivo da terra - e se fechavam ruas com cancelas para proteger os galinheiros dos ataques noturnos dos lobos. Hoje, são os turistas que revisitam essas histórias e provam os sabores locais.

A meio da manhã, Joana Pereira já preaqueceu o forno comunitário, para mais tarde cozer as tigeladas que ensina a confecionar nas oficinas do ateliê da ALDEIA DE FIGUEIRA. Somadas tantas décadas, o forno continua a ser o coração do povoado de xisto com 16 habitantes – cujo núcleo será do século XVII – e distingue-se pelo sistema de marcação que ajudava as famílias a saber qual a sua vez de cozer o pão. Já no ateliê, com os ovos, mel, canela, leite e limões em cima das bancadas, os participantes aprendem a fazer a tigelada, numa amigável competição.

Joana Figueira recebe os forasteiros e senta-os à mesa no restaurante Casa Tu’Augusta. (Fotografia de Gerardo Santos/GI)

“A tigelada retrata bem o antigo modo de vida das pessoas”, profundamente ligado à agricultura de subsistência, ao olival e ao pastoreio de cabras e ovelhas. As ruas estreitas e emaranhadas, muitas delas com portas de madeira, lembram também os tempos em que era preciso evitar os ataques noturnos dos lobos aos animais domésticos. Joana conta tudo isto ao abrigo da marca SOUL, criada para preservar os usos e costumes e acolher os turistas. Na também sua CASA TI’AUGUSTA serve-se plangaio, bucho que dantes levava os ossos de espinhaço de porco.

(Fotografia de Gerardo Santos/GI)

 

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua Principal, Figueira (Proença-a-Nova)
Telefone
274822134
Horário
Sexta e sábado, das 12h às 15h e das 19h às 22h. Domingo, das 12h30 às 15h. Restantes dias, sob marcação.
Custo
(€€) Preço médio: 20 euros.


GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245

Este artigo integra a reportagem de capa “À Descoberta do Pinhal Interior”, composta por capítulos sobre os concelhos de Vila de Rei, Oleiros, Mação, Proença-a-Nova e Sertã.




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend