Dois sítios para aprender a andar a cavalo no Sul

Escola Equestre Rui Barroso (Fotografia de Orlando Almeida/GI)
Inserida no Parque Natural Sintra-Cascais, com picadeiros com vista para a serra, a Escola de Equitação Rui Barroso gere-se em ambiente familiar, com aulas para várias idades e níveis de experiência. Na Todos a Galope, em Monsanto, o ensino a crianças em risco e as aulas de equitação etológica, focadas numa melhor interação e comunicação com o cavalo, são os pilares da escola.

Escola de Equitação Rui Barroso

A localização é privilegiada, permitindo picadeiros amplos com vista para a serra, em pleno Parque Natural Sintra-Cascais. É assim há duas décadas na Quinta da Marinha, com a Escola de Equitação Rui Barroso. “Tenho a vantagem de fazer o que gosto, num sítio bonito como este. As paixões não se explicam, já nascemos com elas”, conta Rui Barroso, que já trabalhava nesta escola equestre antes de a comprar e começar a gerir, em dinâmica familiar, com a mulher, Rosário, e os filhos.

Só começou a montar a partir dos 20 anos, já tarde, mas nunca mais parou desde então, trocando o ramo imobiliário pela arte equestre. “Foi uma progressão natural, os meus filhos aprenderam a montar aqui, cresceram aqui. Este é um projeto de vida. Passamos mais tempo na escola do que em casa”, ri-se o proprietário.

As aulas fazem-se para todas as idades (a partir dos seis anos) e níveis de experiência, oscilando entre os 30 e os 50 minutos. Na etapa de iniciação, trabalha-se o equilíbrio do cavaleiro e treina-se os três andamentos (passo, trote e galope), até que o aluno se torne autónomo. Mas também há aulas de obstáculos e outras para os mais experientes que procuram as competições, como é o caso de quem aqui treina, em alguns casos, desde o início da escola.

Certa é a dedicação diária dada a cada cavalo da casa, lusitanos, cruzados e de raças europeias. “Começa-se pela alimentação, com feno, granulado e água. Depois limpamos as camas e o cavalo, dos cascos ao pelo, crina, rabada. Depois vêm os exercícios. O cavalo é um atleta”, explica Rui Barroso, que nesta escola também tem alunos com autismo e paralisia cerebral. “A equitação trabalha a autoconfiança dos mais novos, a concentração, o sentido de responsabilidade”, acrescenta Rosário.

Além da vertente de ensino, organizam-se passeios a cavalo, para interessados com ou sem experiência, por trilhos na Quinta da Marinha ou pelo parque natural, com vista para a praia do Guincho.

Todos a Galope

Todos a Galope (Fotografia de Rui Spranger/GI)

Há quase dez anos, um grupo de amigos juntava-se para criar a Todos a Galope, associação sem fins lucrativos com o objetivo de fomentar a inclusão social em atividades com cavalos. Por isso mesmo, recebem crianças em risco de exclusão e integram-nas nas suas aulas normais, num trabalho feito em conjunto com algumas instituições. “Temos crianças que nos acompanham desde o início”, explica Joana Moreira (na foto), coordenadora da escola situada no Centro Equestre de Monsanto.

Neste terreno que soma um hectare, há aulas de equitação dita clássica (a partir dos seis anos), mas uma das suas mais-valias são as aulas de equitação etológica (desde os 12 anos), onde se pretende estabelecer uma relação de confiança com o cavalo e aprender a comunicar com o mesmo, tendo por base o seu comportamento natural. “É algo que está muito desenvolvido em França. Cá não”, afirma Joana. “Cada vez que interagimos com um cavalo, estamos a treiná-lo e ele a nós. Se estivermos conscientes disso, mais facilmente temos uma interação harmoniosa, eficiente, respeitosa, segura”, acrescenta. E por isso mesmo, os dois tipos de aulas são “complementares”.

Na Todos a Galope, há alunos de todas as idades – crianças, adultos, reformados – e 14 cavalos de várias raças – lusitano, cruzado, sela francês. O mais novo, com seis anos, é o Golden, e o mais velho, de 24 anos, é o Regalo, que ainda “tem imensa vitalidade”, conta Joana, que na escola também organiza atividades de team building, aniversários e passeios a cavalo pela Mata de São Domingos de Benfica.

Morada
Champallimaud Centro Hípico da Quinta da Marinha (Cascais)
Telefone
912654464
Custo
(€€) Pacotes de quatro aulas a 120 euros. Passeios de meia hora a 30 euros.
Horário
Das 09h às 18h. Não encerra.


GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245
Partilhar
Mapa da ficha ténica Mapa da ficha ténica
Partilhar
Morada
Travessa Francisco Rezende (Benfica), Lisboa
Telefone
211318200
Custo
(€€) Preço: aulas desde 25 euros.
Horário
Das 10h às 19h. Encerra segunda.

Website

GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245
Partilhar
Mapa da ficha ténica Mapa da ficha ténica

 




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend