Do vinho aos moinhos e exposições: cinco programas de norte a sul

(Fotografia de Carlos Manuel Martins/GI)
O dia 25 de maio foi feito para ser brindado com vinho em Redondo e Braga. O “ativismo eco artístico” chega à serra de Montejunto. Em Lisboa, combina-se design com artesanato, enquanto Ílhavo vira museu de portas abertas.

Celebração do vinho e do Alentejo na Casa Relvas

Depois da chuva ter cancelado a edição do ano passado, o evento Um Dia em São Miguel, levado a cabo na herdade homónima, situada em Redondo e pertencente à Casa Relvas, regressa a 25 de maio, a partir das 14 horas e até ao pôr-do-sol. Além dos rótulos dos produtores responsáveis pela festa, o menu inclui porco no espeto, expositores com gastronomia da região (pão, mel, azeite, doces, gelados), quatro provas de vinho, jogos tradicionais, artesanato e atuações musicais (Trovadores de Redondo, SevenDixie, Luís Trigacheiro). As entradas custam 20 euros por pessoa, com entrada livre para menores de 18 anos, desde que acompanhados por adultos. Ingressos à venda em casarelvasandfriends.pt.

(Fotografia: DR)


Ecofestival de Montejunto com artes e ciências

Chamam-lhe “um evento de ativismo eco artístico que pretende valorizar o património cultural e natural da serra de Montejunto através de diálogos entre ecologia e cultura, onde as artes têm um lugar de destaque”. É o Ecofestival de Montejunto e estreia-se em maio, com atividades gratuitas para toda a família nas áreas das “ciências, humanidades e artes”. Cada dia foca-se num dos elementos da natureza: após um Prelúdio (dia 19), alinha-se o Ar – Moinhos de Vento (dia 24), Água – Mar de Névoas e Terra – Bosques e Mouras Encantadas (25) e Fogo – Ventre da Terra (26). Haverá concertos, dança, exposições, oficinas, caminhadas, visitas guiadas e rodas de conversa em múltiplos locais do território de ação da entidade organizadora, a Associação de Municípios de Alenquer e Cadaval. Inscrições (até 22 de maio) e programa completo em alenquer.pt e cm-cadaval.pt.

(Fotografia de Carlos Manuel Martins/GI)


Ílhavo festeja museus com cinema e exposição

No Museu Marítimo de Ílhavo, há eventos da manhã à noite de 18 de maio para assinalar o Dia Internacional dos Museus. Além de ser dia aberto nos três espaços museológicos – Museu Marítimo de Ílhavo, Navio-Museu Santo André e Centro de Religiosidade Marítima -, o Museu organizará, para as famílias, uma bebeteca (às 10 horas) e uma oficina de pintura em azulejo (15 horas). No mesmo espaço, pelas 17 horas, inaugura a mostra “Alegorias do mar na cerâmica da Vista Alegre”, com peças de inspiração marítima produzidas entre 1869 e 1950. Pelas 21.30 horas, a Casa da Cultura de Ílhavo projeta “Heróis do mar”, filme de Fernando Garcia, com dobragem completa realizada por um grupo da comunidade dirigido por Alexandre Sampaio, e nova remasterização de som coordenada pelo realizador Pedro Magano.

(Fotografia de Maria João Gala/GI)


Lisbon by Design sob o signo da colaboração

Chega à quarta edição a Lisbon by Design, feira de design e artesanato que junta artistas, artesãos, estúdios e galerias, num diálogo entre novos olhares e o património português. Abre portas ao público de 23 a 26 de maio, no Palacete Gomes Freire (foto), na capital, contando com mais de 25 participantes que, diz a organização, “criaram peças, instalações e colaborações em exclusivo para a feira”. Desta vez, a palavra-chave do evento é “colaboração”, destacando-se a união de esforços entre Carlos Manuel Gonçalves e Maria Pratas; Vasco Barracão, Martinho Pita e Hum Gallery; Mariana Rola e Vago Ceramics; Odile Collective e Miguel Saboya e Estado Bruto; e Apewood e Sebastião Lobo. A feira tem portas abertas das 16 às 21 horas (dias 23 e 24) e das 10 às 18 horas (25 e 26). O acesso custa 10 euros/dia.

(Fotografia: DR)


Trinta produtores em Braga para a Enóphilo Wine Fest

O terceiro capítulo da Enóphilo Wine Fest acontece a 25 de maio em Braga, no Hotel Vila Galé Collection, das 15 às 20 horas. Promete-se a presença de uma trintena de produtores, que disponibilizarão à volta de 200 vinhos. Haverá igualmente uma masterclass, intitulada “Imersão vínica para jovens”, destinada a universitários até aos 25 anos (com capacidade para 15 participantes; a inscrição prévia custa 5 euros e pode ser feita via [email protected]), que pretende funcionar como uma introdução ao mundo vínico. Preço dos bilhetes, disponíveis na Ticketline: 15 euros em pré-venda, 20 euros no dia da festa.

(Fotografia: DR)




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend