De Famalicão a Monsaraz, festas de Santo António pelo país

(Fotografia de Miguel Pereira/GI)
Nem só de Marchas Populares e concertos se faz o cartaz das festas antoninas pelo país. De Famalicão a Vila Verde, Estarreja e Reguengos de Monsaraz há atividades como exposições e caminhadas a pensar nos amigos de quatro patas.

Vila Verde

De 12 a 16 de junho

Na vila minhota, a festa antonina arranca na quarta-feira e dura quatro dias. Na Praça de Santo António, onde se instalarão barracas de comes e bebes, há concertos de Diogo Piçarra (cabeça-de-cartaz dos festejos), Ana Bacalhau, Ivandro e Wildchains, em horários que começam entre as 21h30 e as 22h30. O desfile das Marchas Populares começa pelas 15h30 de dia 13, na Praça 5 de Outubro, antecedidas de uma missa na Capela de Santo António, pelas 11h.

O cortejo de carros alegóricos inicia-se às 17h de sábado, na Avenida Bernardo Brito Ferreira e no mesmo dia, pelas 22h, atuam vários grupos folclóricos na Praça de Santo António – algo que repete pelas 14h30 de domingo. Entre os destaques da programação está uma caminhada – ou “cãominhada” – pelas 9h de dia 16, a partir da Praça de Santo António, pensada para os amigos de quatro patas e os seus donos. Ainda no domingo, pela meia-noite, o fogo de artifício encerra o cartaz, que pode ser visto em cm-vilaverde.pt.

Diogo Piçarra. (Fotografia de Paulo Spranger/GI)


Vila Nova de Famalicão

Até 13 de junho

As Festas Antoninas estão de volta às ruas famalicenses, um dos epicentros a norte no que toca a celebrar o santo casamenteiro e protetor dos pobres. O pontapé de partida fez-se pelas 10h da última sexta-feira, na Praça 9 de Abril, com a inauguração da exposição das Cascatas Antoninas, com 23 participantes este ano. Desde então, alguns destaques da programação foram o desfile das marchas infantis, o concerto dos Wet Bed Gang e de Tony Carreira e workshops de cerâmica.

Desde ontem, é possível ver a exposição que foi inaugurada no Museu Bernardino Machado, “Retratos de Vila Nova – Um Olhar Sobre Tempos Idos”. A 12 de junho, os olhos estão postos no desfile das Marchas Antoninas 2024, pelas 21h15 com início na Avenida de França. Este ano, dez associações vão alegrar a noite sob o tema “100 anos da Capela de Santo António”. A marcha vencedora é conhecida a 13 de junho, mesmo dia em que atua Buba Espinho, no Parque da Devesa, seguindo-se fogo de artifício para terminar os festejos. A programação está toda em famalicao.pt.

As Marchas Antoninas de Vila Nova de Famalicão. (Fotografia de Miguel Pereira/GI)


Estarreja

Até 16 de junho

Em Estarreja, os festejos já começaram e vestem-se de várias camadas. No programa estão duas novas exposições, uma de Joakin Pereyra sobre Santo António na Biblioteca Municipal (patente até dia 22) e outra sobre os 100 anos dos Bombeiros Voluntários de Estarreja na Casa da Cultura (até 31 de agosto).

O Parque Municipal do Antuã ganha nova vida de 12 a 16 de junho, com tasquinhas de cozinha regional, jogos tradicionais, atuações de DJ e concertos de Quatro e Meia, David Fonseca, Ana Bacalhau e outros nomes. A 12, pelas 21h30, faz-se o desfile das Marchas Populares entre a Avenida 25 de Abril e a Alameda do Parque, seguido de bailarico e entrega de prémios. O 25.ª Convívio de Amigos Motards de Avanca acontece dia 8 no Mercado Júlio Neves e o Complexo de Desporto e Lazer recebe, dia 10, um torneio de natação. Mais informação em cm-estarreja.pt.

Os Quatro e Meia. (Fotografia de André Rolo/GI)


Reguengos de Monsaraz

12 a 16 de junho

Por cinco dias, o Santo António reúne música, cultura e tradição nesta cidade alentejana. O Parque da Cidade volta a ser palco do habitual RegWine Festival, com degustação de vinhos e produtos regionais. Nos concertos, destaque para os espetáculos de António Zambujo, Richie Campbell e Sara Correia, esta última em parceria com a Banda da Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense. Durante os mesmos dias, há programas para os mais novos, entre as 17h30 e as 19h30, nos Jardins da Biblioteca Municipal, com contadores de estórias, marionetas, insufláveis e pinturas faciais. Saiba mais em cm-reguengos-monsaraz.pt.

(Fotografia de Sara Correia/GI)




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend