Ratazanas e morcegos. Os mitos nos 300 anos do Palácio de Mafra

Esta sexta, dia 17 de novembro, comemora-se o tricentenário da construção da basílica, que faz parte do Palácio de Mafra. Um bom pretexto para descobrir alguns mitos e curiosidades sobre o monumento.

A 17 de novembro de 1717 colocava-se a primeira pedra da basílica de Mafra, por ordem do rei D. João V, que havia prometido construir um convento franciscano caso D. Maria Ana de Áustria lhe desse um herdeiro. Assim foi e o rei havia de cumprir com um monumento a grande escola. O que começou por ser um convento destinado a 13 franciscanos acabou por se transformar numa obra completa, capaz de acolher 300 frades e um palácio.

O tricentenário é esta sexta, dia 17, comemorado com uma exposição sobre a construção do palácio – Do tratado à obra – e com um concerto de entrada livre na basílica, que acontece à noite. Nada como aproveitar o aniversário para descobrir algumas das características e curiosidades do Palácio de Mafra.

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Terreiro D. João V
Telefone
261817550
Horário
Das 09h30 às 17h30. Encerra terça.
Custo
(€) 6 euros. Gratuito < 12 anos. Aos domingos, para visitantes residentes em Portugal. Visitas guiadas: valor acresce o preço do bilhete, conforme número de pessoas.


GPS
Latitude : 38.9369587
Longitude : -9.32592969999996

Leia também:

Onde comer bom bacalhau à brás em Lisboa?
O restaurante de CR7 tem um novo menu de almoço
8 restaurantes indianos para ir em Lisboa