Exposição inédita de Almada Negreiros chega ao Porto

A obra de Almada Negreiros vai estar quatro meses no Museu Nacional de Soares dos Reis. E dela fazem parte alguns inéditos, descobertos depois do encerramento da mostra de Lisboa.

Em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, o Museu Nacional de Soares dos Reis abre esta quinta-feira, dia 30, ao público a exposição «José de Almada Negreiros: desenho em movimento», focada na ligação da sua obra com o cinema.

Presentes estão diversas obras que fizeram parte da badalada exposição da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, «José de Almada Negreiros. Uma maneira de ser moderno». Mas a grande novidade são os trabalhos inéditos que foram descobertos já depois do encerramento daquela mostra.

«La Tragedia de Doña Ajada» (1929) trabalho especificamente concebido para apresentações públicas em ecrã de cinema, é um desses inéditos. A hibridez entre desenho e cinema está também expressa em alguns dos seus textos literários, poéticos e ensaísticos, onde se notam intersecções plásticas e cinematográficas.

A exposição, que tem a curadoria de Mariana Pinto dos Santos, encerra dia 18 de março do próximo ano.

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
R. de Dom Manuel II, 44, Porto (Cedofeita)
Telefone
223393770
Horário
Das 10h00 às 18h00. Encerra à segunda.
Custo
(€) 5 euros


GPS
Latitude : 41.14759069999999
Longitude : -8.621236100000033

Leia também: