Em março os «Sabores do Mar» chegam a Esposende

Durante o mês de março o peixe e o marisco vão estar em destaque no Festival «Sabores do Mar», em Esposende. (Fotografia: Leonardo Negrão/GI)
Até ao fim do mês decorre em Esposende o festival gastronómico «Sabores do Mar», com pratos de peixe e marisco do mar e rio da região.

O evento dedicado ao que de melhor se faz com os produtos da região está de volta a Esposende, no distrito de Braga, e com ele voltam a estar em destaque nas mesas dos restaurantes locais as receitas típicas e ainda outras com um toque de contemporaneidade, para provar com olhos postos no mar.

Até ao fim do mês, 30 restaurantes do concelho vão apresentar menus especiais, que incluem peixe e marisco do mar de Esposende e do rio Cávado. A sugestão do Moinho de Sal é uma caldeirada de robalo com frutos do mar e algas marinhas (prato que leva a concurso), ou um arroz à pescador. Já o restaurante Água Pé aproveita a época e sugere a lampreia à bordalesa.

Lado a lado com a programação gastronómica estão também iniciativas de animação cultural, como exposições, workshops, concursos e concertos, na sua maioria a decorrer no Espaço Sabores do Mar, instalado no Largo Rodrigues Sampaio.

Na sexta-feira à noite, dia 2, é o auditório municipal que recebe o Coro Ars Vocalis, para uma atuação musical de entrada livre, dedicada à relação do mar com as tradições de Esposende.

Clarinhas de Fão, doce regional de Esposende.
(Fotografia: J. Paulo Coutinho/GI)

E como não só de peixe e marisco se compõe a gastronomia local, no evento vão ainda estar representadas 19 pastelarias e muitos doces regionais, como as clarinhas de Fão, feitas com um recheio de gemas de ovo, chila e açúcar envolto numa massa fina e estaladiça.

Em destaque vão estar também os vinhos verdes da região, para além do queijo e da manteiga produzidos no concelho.

A novidade deste ano é o concurso gastronómico «Peixe com Todos», dirigido à população local. Os participantes terão de utilizar um cabaz de produtos locais para confecionar um prato que será depois avaliado por uma Comissão Gourmet.

O programa completo pode ser consultado aqui.

Leia também:

A época da lampreia chegou ao Vale do Minho
13 mesas para comer lampreia de norte a sul
Pastelarias de norte a sul para conhecer doces com história