Açores: o segredo mais bem guardado de Portugal

O site da revista de viagens Condé Nast Traveller descreve os Açores como o segredo mais bem guardado de Portugal e como as mais exóticas ilhas europeias.

«Bonitas, dramáticas, com locais para estar e comer atentos ao design, piscinas termais, florestas luxuriantes e praias vazias». É assim que começa o texto de Kate Friend – em grande destaque no site da revista de viagens – na ilha de São Miguel, descrevendo que para lá chegar são precisas horas de voo sobre o oceano. E para Kate, só isso já é uma primeira experiência na descoberta do ‘segredo’ – como classifica as ilhas dos Açores.

No seu relato por São Miguel, à medida que percorre a ilha de carro, sugere um passeio pelas Furnas, onde se impõe um cozido acabado de sair da terra, um banho nas águas termais da Poça da Dona Beija ou a paragem obrigatória na Lagoa das Sete Cidades.

Descreve a ilha como um lugar de segredos, com paisagens que mudam a cada 15 minutos. Faz destaque a Vila Franco do Campo, na costa sul, como sugestão para fazer-se mergulho ou a experiência de sair numa embarcação para observação de cetáceos. Já a norte, conduziu ao longo da costa e na Ribeira Grande elogia as praias com surfistas e as plantações de chá, com paragem no Santa Bárbara Eco-Beach Resort.

O passeio não podia deixar de passar pela Lagoa do Fogo e, a 15 minutos, já na costa sul novamente, o destino levou Kate até à Caloura. Um refúgio ideal para uma pausa no café que ali há, a uns metros do mar. Estes foram alguns dos locais por onde Kate Friend passou e não poupou nos elogios, como o segredo mais bem guardado de Portugal.

Outrora ausentes dos roteiros de viagens, os Açores começam a figurar nos lugares cimeiros como um dos paraísos que ainda conservam um charmoso secretismo.

 

Leia também:

Roteiro pela Ribeira Grande, na ilha de Sâo Miguel – Açores

Um turismo rural para conhecer nos Açores