Concertos, exposições e street-food vão agitar Belém

Belém Art Fest, festival, arte, museus, jardins, cultura, Lisboa, Belém, exposições, street food
O Jardim da Praça do Império vão receber carrinhas de street-food durante o festival. (Fotografia de Paulo Alexandrino/GI)
Está quase aí a 6ª edição do Belém Art Fest, «o festival dos museus à noite», que vai contar com oito palcos, cinco museus de portas abertas, comida de rua e workshops.

O Museu Nacional de Arqueologia, o Museu da Presidência da República, o Museu Nacional dos Coches, o Claustro do Mosteiro dos Jerónimos, o Picadeiro Real, o Museu Colecção Berardo, o Jardim da Praça do Império e os Jardins do Palácio de Belém, todos na zona de Belém, em Lisboa, preparam-se para ser palco de oito concertos aquando da sexta edição do Belém Art Fest, que decorre nos dias 15 e 16 de setembro.

O festival convida o público a viver «a cultura nacional no seu máximo esplendor» com as atuações de Tiago Bettencourt, Dead Combo, Meadows, DJ Ride, Octa Push, Marta Hugon, King John, Trêsporcento, Joana Alegre e Surma.

Mas vai haver muito mais no Belém Art Fest: workshops, visitas guiadas a exposições, um mercado de artesanato e design português e uma zona de street food a dar cor e sabor aos Jardins da Praça do Império, entre as 11h00 e as 22h00.

O programa completo do festival – que decorre das 19h00 às 04h00 e cuja entrada custa 20 euros – pode ser consultado no site oficial do Belém Art Fest.

 

Leia também:

Loa: Uma loja em Belém para ficar com os azeites
Belém: roteiro no bairro que simboliza as descobertas
Os velhos palácios e as novas lojas da Rua da Junqueira