Douro: este hotel é um porto de abrigo para o inverno

O Vila Galé Douro, com spa e vista para o rio, pode ser o porto de abrigo ideal para quem se "aventurar" pela região duriense nos dias de inverno. Sim, porque há Douro para além das quintas e do verão.

O Alto Douro Vinhateiro, soneto maior desse “poema geológico” justamente declarado Património Mundial da Humanidade, está repleto de quintas vinícolas com séculos de existência, muitas delas transformadas em hotéis de charme. O Vila Galé Douro, esculpido na encosta, com morada fiscal em Lamego mas vista direta para o rio e para a Régua, não tem a mesma aura histórica nem arquitetónica destas quintas – ocupa o edifício daquele que, em tempos, foi o antigo Douro River Hotel & SPA – podendo, por isso, ser olhado com alguma desconfiança.

Um erro. Compreensível, ainda assim, um erro. Com 38 quartos – os responsáveis chamam-lhe apartamentos e terão alguma razão, até porque são maiores do que algumas casas nas cidades grandes – tem tudo aquilo que muitos consideram fundamental para uma escapada de inverno: conforto e localização privilegiada, sim, restaurante com sabores tradicionais, também, mas sobretudo spa.

Não é que não seja uma boa opção para outras épocas do ano, até porque estão lá um terraço e uma piscina exterior, mas porque é igualmente importante mudar esta ideia de que ‘inverno’ e ‘Douro’ são palavras que nem sempre rimam com turismo. É verdade que o frio por aqui não tira férias, mas esta será, porventura, a época que a região melhor exprime a sua personalidade. Uma personalidade de trabalho, rija, às vezes agreste, mas sempre poética. É uma excelente estação para ser visitar quintas, caves, património e miradouros locais – o Miradouro de Casal dos Loivos é de visita obrigatória – sem (grandes) filas. Às vezes sem ninguém.

Percorra a fotogaleria para ver mais imagens deste hotel.

Que não fiquem, contudo, com sentimentos de culpa aqueles que se deixarem ficar pelo spa do hotel. Além da piscina interior, com dimensão suficiente para nadar, tem banho turco, duche Vichy, ginásio e várias salas de tratamento, com massagens anti-stress. Salas escavadas na encosta, com muita pedra à vista, emprestando um toque de serenidade e autenticidade extra. Uma marca distintiva num hotel que, à partida, não teria muito por onde se evidenciar.

A serenidade, do ambiente à decoração, é mesmo uma das notas dominantes, dos quartos às áreas comuns – seja no bar (Versátil), seja no restaurante (Inevitável), a cargo do chef Francisco Ferreira. A sala onde de manhã se serve o pequeno-almoço recebe às refeições sabores tradicionais, como um torricado de alheira de Lamego com ovo de cordorniz ou um crocante de morcela de arroz com cominhos em grelos salteados e redução de vinho tinto. Com um toque contemporâneo, como não poderia deixar de ser. E sempre com vista para o rio, que por estes dias corre gelado. O frio não é psicológico, nunca foi; o segredo está em encontrar o quente, o canto certo.

 

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Vila Galé Douro, Lugar dos Varais, Cambres, Lamego
Telefone
254780700
Custo
() quarto duplo a partir de 100 euros por noite


GPS
Latitude : 41.153586
Longitude : -7.784761000000003

 

Leia também:

Há um novo hotel à altura da Serra da Estrela
O Muro: Bacalhau para comer em frente ao Douro
Gaia: 10 bons restaurantes na outra margem do Douro