The Lumiares Hotel & Spa: um hotel luminoso com cozinha premiada

Lumi Rooftop, eleito “Melhor Restaurante com Rooftop da Europa” nos World Culinary Awards. (Fotografia: DR)
O Lumi Rooftop foi eleito “Melhor Restaurante com Rooftop da Europa” nos World Culinary Awards e é um convite a conhecer o hotel boutique The Lumiares, em pleno Bairro Alto.

Recebido após uma renovação do Lumi Rooftop Restaurante e Bar – agora mais luminoso e com mesas de pedra, cadeiras de estilo nórdico e sofás compridos -, o prémio dos World Culinary Awards não podia ter chegado em melhor altura, pelas mãos da mesma equipa que organiza os World Travel Awards há 27 anos. É no Lumi, no quinto piso do hotel The Lumiares, que se prova a carta do chef João Silva.

Formado na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, João Silva passou por restaurantes como o São Gabriel, Bica do Sapato e por espaços como o Casino Lisboa e a Quinta do Arneiro antes de assumir a chefia das cozinhas do hotel. Os pratos que introduziu recentemente na carta do Lumi Rooftop tanto são para partilhar como para saborear a solo, e convocam produtos da época outono-inverno.

Entre as novidades há, por exemplo, sopa de abóbora assada, uma surpreendente bruschetta de cogumelos com queijo da Serra da Estrela, ovo e castanha e croquetes de rabo de boi com pesto de favas. Da cozinha aberta saem também uma fresca salada de burrata com abóbora, rúcula, kale, alface e agrião e espetada de borrego ou falafel com salada de bulgur, flatbread e molho de iogurte grego.

O clássico bacalhau à brás, que merece também referência pelo sabor e estética, assenta com naturalidade no espaço, frequentado maioritariamente por turistas estrangeiros ávidos de conhecer a cultura e gastronomia portuguesas. Nas bebidas, além do cocktail do mês há dez de autor, como o Port by The Vintage, feito com Porto branco, St. Germain, sumo de lima e ananás e uma infusão caseira.

Ao fim de semana e feriados, o Lumi Rooftop assume uma dinâmica ainda maior graças ao brunch, também com o toque do chef João Silva. O menu inclui ovos, croissants, queijos e charcutaria, tosta de abacate, chili e ervas aromáticas, iogurte com granola e mel e açaí bowl, entre outras opções, e custa 22 euros/pessoa. As refeições podem ser tomadas na sala ou no terraço, acolhedor durante todo o ano.

(Fotografia: Francisco Nogueira/DR)

Dali avista-se a Igreja de São Roque e quase toda a Baixa pombalina, que se tornam ainda mais bonitos ao pôr-do-sol. Mas nos andares abaixo, o binómio “dia e noite” que marca a vida no Bairro Alto também se reflete nos materiais e decoração escolhidos para o hotel, construído a partir da reabilitação do Palácio dos Condes de Lumiares, do século XVII, no miradouro de São Pedro de Alcântara.

(Fotografia: DR)

(Fotografia: DR)

Ao todo, são 50 apartamentos de diferentes tipologias, todos com cozinha equipada, casa de banho com banheira ou duche, quarto e sala de estar. A maioria das peças de mobiliário, obras de arte, tecidos e acessórios dos quartos foram concebidos em parceria com artistas e negócios nacionais, e as amenidades são da Benamôr. Salas de tratamento, sauna, banho turco e ginásio completam a oferta do hotel.

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua do Diário de Notícias, 142 (Bairro Alto), Lisboa
Telefone
211160200
Custo
(€€) Quarto duplo a partir de 200 euros por noite (pequeno-almoço incluído).

Website

GPS
Latitude : 38.7138703
Longitude : -9.144450099999972




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend