Paraíso 331, ou como acordar num jardim no meio do Porto

Este novo alojamento local fica numa antiga casa apalaçada com jardim. (Fotografia: Pedro Granadeiro/Global Imagens)
O Paraíso 331 nasceu, há menos de um ano, numa antiga casa apalaçada, junto à Igreja da Lapa, no Porto. Tem apartamentos e “huts” que integram materiais naturais, como cânhamo e cera de abelha, e um jardim cheio de flores e árvores de fruto.

O nome deve-se à rua onde fica, no centro do Porto, junto à Igreja da Lapa; mas ganha outro sentido quando os portões se abrem, mostrando o espaço verde nas traseiras. Paraíso 331 é o nome deste novo alojamento local, com apartamentos distribuídos por um edifício imponente, huts (cabanas) e um jardim de 900 metros quadrados, colorido por flores e árvores de fruto. Dali se pode colher castanhas, diospiros, nêsperas, figos, pêssegos e limões; ou apreciar a beleza de glicínias, alegrias, azáleas… E essa amostra de campo na cidade é uma mais-valia para os hóspedes – disso não duvida João Santos, responsável pelo espaço que assinou a decoração de interiores, e antes trabalhava na distribuição de equipamento médico.

Curiosamente, o primeiro apartamento do edifício principal chegou a funcionar como consultório médico do dono original, explica João. Em tempos, até se produziu vinho naquela propriedade, como prova o lagar de pedra – ainda é visível o tanque onde as uvas eram pisadas. Na antiga casa apalaçada, agora com seis apartamentos de tipologias T1 e T2 (há um sétimo, privado), salta à vista a entrada. O teto é trabalhado e na escadaria surge um enorme espelho com moldura em madeira esculpida, uma das poucas peças que ficaram da antiga residência de família.

O antigo lagar de uvas.
(Fotografia: Pedro Granadeiro/GI)

Procurou-se manter a traça do edifício, mas acrescentou-se-lhe mais dois pisos, que integram tijolos de cânhamo na construção e cera de abelha na decoração – mais precisamente, nos painéis de vidro nos tetos das casas de banho, explica João Santos. Tais matérias-primas naturais também constam dos seis huts que foram criados, de raiz, nas proximidades do jardim. São estúdios totalmente equipados, um deles com mezanino.

Interior de um dos “huts”, que incorporam tijolos de cânhamo e cera de abelha.
(Fotografia: Pedro Granadeiro/GI)

O Paraíso 331 começou a receber hóspedes em junho passado e foi abrindo os diferentes espaços progressivamente. Ao todo, são 12 os apartamentos, equipados com máquinas de lavar roupa e louça, máquina de café, forno, torradeira, ar condicionado, TV Cabo e outras comodidades, só que com ambientes diferentes. Enquanto os huts das traseiras e o T1 do edifício principal partilham uma decoração mais orgânica, quer pelos materiais, quer pelas cores; outros alojamentos já exibem ares mais apalaçados, ou mesmo modernos. O que todos têm em comum são as plantas naturais, uma espécie de extensão do jardim.

Cortesias

Todos os hóspedes são recebidos com mimos de comer e beber: vinho, água e biscoitos ou bolinhos.

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua do Paraíso, 331, Porto (Lapa)
Telefone
932473600
Custo
() "Huts” desde 40 euros (duas pessoas, sem pequeno-almoço); apartamentos no edifício principal desde 90 euros (T1, sem pequeno-almoço).


GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend