Estoril Vintage: um novo palacete para dormir em frente ao mar

Estoril Vintage Hotel (DR)
Esta casa de família numa zona residencial do Estoril pertenceu a Alfredo da Silva e foi convertida em hotel de charme, com 15 quartos cheios de histórias para contar. Também tem um menu que pode ser experimentado num jardim de inverno.

Ao final do dia, os raios de sol pintam de dourado o interior da Junior Suíte 34, numa das esquinas do Estoril Vintage. “É o quarto mais requisitado do hotel. Ficou muito bem conseguido”, diz Maria do Rosário Líbano Monteiro, proprietária deste novo hotel de charme gerido pela Amazing Evolution. A lareira no canto remete para um estilo clássico, que de resto se encontra em toda a unidade, ou não tivesse sido ela um palacete barroco desenhado pelo arquiteto e pintor Tertuliano Marques.

Autor de reconhecidos edifícios portugueses e vencedor de um Prémio Valmor em 1921, Tertuliano desenhou a então conhecida como casa de S. Cristóvão a pedido de um dos maiores industriais do século XX, Alfredo da Silva, que nomeia a própria rua localizada nesta zona residencial do Estoril. Em 1997, o palacete passou para a família Líbano Monteiro e foi nele que Maria do Rosário e o marido viram os sete filhos crescer e seguir as suas vidas ao longo dos anos. Até surgir a ideia de o converter em hotel.

O portão discreto não deixa adivinhar a magnificência do interior, que se desdobra em salas com grandes janelões, colunas em pedra lioz, tapeçarias, móveis nobres, paredes forradas a azulejos e escadarias a perder de vista. O projeto de design de interiores de Graça Viterbo manteve a identidade e elegância do edifício, atualizando-o na medida do necessário nos 15 quartos (dos quais seis são suítes).

Alguns mantêm as loiças originais e outros têm móveis que contam histórias. Todos possuem tomadas USB, luzes ativadas por bluetooth e café e chá repostos diariamente. De manhã, há um buffet de pequeno-almoço e um serviço de quentes irresistível para muitos, e ao almoço e jantar pratos mais elaborados, num jardim de inverno embalado pelas ondas do mar. A par de outros serviços, os hóspedes podem ainda usufruir de piscina, sauna e banho turco, e chá das cinco.


PASSEAR NO PARQUE DE PALMELA
Construído por volta de 1870 na fronteira entre Cascais e Estoril, é irrigado pela ribeira dos Boqueiros e possui um Pinheiro das Canárias, classificado como “árvore isolada de interesse público” pela raridade e porte. Tem cafetaria e esplanada.


 

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua Alfredo da Silva, 61, Estoril (Cascais)
Telefone
214666050/924794400
Custo
(€€) Quarto duplo a partir de 275 euros/noite; suíte a partir de 355 euros/noite (valores com pequeno-almoço); preço médio do restaurante à carta, aberto a não hóspedes: 30/50 euros (almoço/jantar).


GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend