Largo do Paço continua em grande forma no Guia Michelin

O Largo do Paço mantém a estrela Michelin e reforça assim o consulado que André Silva iniciou em novembro de 2015.

Produtos sazonais e sabores irreverentes» foi o que André Silva procurou para a carta de inverno do restaurante Largo do Paço. Foi a primeira carta do jovem chef executivo desde que assumiu a cozinha do restaurante premiado com uma estrela Michelin – após a saída de Vítor Matos, que se dedicou ao projeto próprio Antiquum, no Porto.

É uma carta de inverno algo atípica, marcada por sabores cítricos, peixes e mariscos, e carnes fortes, como pato e cordeiro, em camas de ervas, vegetais e frutas, e também especiarias, que se apresentam de formas algo surpreendentes. A carta não tem nada de minimalista e cada prato tem uma composição complexa e um toque de pequena obra de arte visual.

André Silva, que nos últimos cinco anos foi sous-chef do Largo do Paço, entende que a sua interpretação dos sabores de inverno é apenas sincera. «Os citrinos são associados ao verão, mas, na verdade, é agora que estão na sua máxima frescura», declarou. Apesar de sentir nos ombros o peso da herança – um anterior chef carismático e uma estrela Michelin –, sublinha o seu prazer no «desafio» de liderar a brigada deste restaurante e aponta como princípio orientador uma relação mais estreita entre cozinha e sala, com muitos pratos a ser terminados ou empratados na mesa. Além das opções à carta, é possível experimentar dois menus de degustação, um de oito e outro de onze pratos.

 

LARGO DO PAÇO
Casa da Calçada Relais & Chateaux, Largo do Paço
Tel.: 25541830 Web: largodopaco.com
Horário: Das 12h30 às 15h00 e 19h30 às 22h30.Não encerra.
Preço médio: 55 euros

 

Este artigo foi publicado originalmente na edição de 27 de novembro de 2015. Foi atualizado a 23 de novembro, após anúncio dos restaurantes distinguidos pelo Guia Michelin 2017.