Esta loja ‘online’ tem consciência social, ambiental e cultural

Uma nova loja portuguesa online quer contribuir para mudar a maneira como fazemos compras, com consciência social, ambiental e cultural. É esta a missão da Dome, gerida por quatro jovens sócios.

Partindo do design e da qualidade dos produtos, em termos de materiais e de produção, a Dome junta numa plataforma digital dez marcas nacionais e internacionais que acrescentam valor(es) social, ambiental e cultural aquilo que fazem. A dar a cara estão três sócios, Rita Melo (designer), Rita Cortes (designer) e Nuno Mesquita (economista), a quem se juntou Diana Lourenço, especialista em e-commerce. Juntos formam uma equipa jovem que está apostar num negócio sustentavelmente diferente.

Depois de reunirem uma equipa com experiência em várias áreas, nomeadamente em negócios sociais, o desafio começou por escolherem marcas que fariam sentido estar sob esta cúpula, de acordo com critérios que os próprios definiram e que têm a ver com as vertentes social, ambiental e cultural. Quiseram ir mais longe e definiram dez classificações que ajudam a caracterizar as peças, de cada artesão. Falamos de coisas muito concretas como, o comércio justo, a emancipação das mulheres, vegan ou feito à mão. Cada peça está identificada com os ícones que as representam e é até possível usá-los como critério de busca.

No futuro querem incluir mais marcas portuguesas – neste momento são apenas duas: Orikomi (candeeiros) e Teresa Gameiro (acessórios de moda). E estão já a caminhar para ter uma loja física para estarem mais perto dos consumidores. Para já, têm uma palavra a dizer na promoção de produtos que, um pouco por todo o mundo, estão a ser desenvolvidos, muitas vezes em parceria com ONGs, mas que precisam de mais visibilidade. Querem manter o critério de que os produtos, por si só, têm de ser bons, mas as histórias a eles associadas, são o grande valor acrescentado.

 

Leia também:

Miúdos refletem sobre o racismo no Teatro Maria Matos
Café numa loja de ferragens do Porto, porque não?
A nova loja de Luís Buchinho tem vista renovada para o Porto