Esta loja leva o vintage ao centro de Valongo

Peças de roupa antigas e em segunda mão, escolhidas a dedo por mãe e filha, encontram-se agora na nova loja Mão em Mão, em Valongo, que deu um tempero diferente ao comércio do centro da cidade.

Esmeralda Rocha torceu o nariz quando a filha, Maria Elisa Vale, lhe propôs abrir uma loja de roupa em segunda mão, selecionada e em estilo vintage, em Valongo. Mesmo com a jovem, de 20 anos e estudante de Escultura em Lisboa, a vestir-se com essas peças, a mãe não se convencia que fosse boa ideia vender roupa que tinha sido de outras pessoas. «E ela disse-me: imagina a história dessas peças», conta a mãe que não só se convenceu, como passou a usar algumas dessas elegantes roupas com algumas décadas. E juntamente com o pai de Elisa, é uma das parceiras da filha na loja Mão em Mão, que abriu há menos de um mês, bem no centro da cidade.

A loja instalou-se num espaço que privilegia o produto – é uma loja com duas frentes, toda ela composta de grandes montras onde manequins nos surgem como senhoras bem vestidas de um filme de época. E mesmo cá de fora, pode-se começar a namorar algumas das peças que se alinham nos varões e a ganhar vontade de entrar para tocar nos quimonos e vestidos japoneses, nas blusas e camisas, nos blusões em estilo rock´n´roll, nos distintos casacos compridos com cortes clássicos e golas de pelo ou ainda nas carteiras e cintos em pele. Todas as peças são lavadas e passam pela costureira caso precisem de arranjos antes de chegar à loja.

O convite da montra bem montada e os preços, entre os 4 e os 35 euros, têm contribuído para um mês de estreia com muitas visitas e todo o espectro de reações: «Há quem recue quando percebe que é roupa usada e quem nos dê os parabéns», diz Esmeralda, indicando que a “caça ao vintage” feita por ela e pela filha vai seguir os gostos dos clientes. «Para já, temos muito poucas peças de homem, mas vamos perceber o que o público de Valongo procura», diz a mãe da dona da loja – como faz questão de frisar – já que é Maria Elisa quem define todo o caráter e oferta da Mão em Mão.

Para ambas, foi uma aventura abrir um negócio tão urbano no centro de uma cidade pequena, que lhes trouxe também a devida gratificação. «Nós vivemos aqui e claro que era mais prático para nós, mas achamos que Valongo está a precisar de comércio e havia esta lacuna», refere Esmeralda Rocha. Agora, as elegantes senhoras com golas de pelo e bonitas carteiras de pele podem avistar-se desde a avenida central da cidade.

 

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua Fernandes Pegas, Edifício Vila Tina, 70/80, loja C, Valongo
Telefone
916121809
Horário
Segunda a quinta das 14h00 às 19h00, sexta das 10h00 às 19h00, sábado das 09h30 às 13h00. Encerra domingo.


GPS
Latitude : 41.189415803654704
Longitude : -8.496209850193054

 

Leia também:

6 bares clássicos com paragem obrigatória em Lisboa
Café emblemático do Porto vai reabrir em março
Estes croissants XXL têm quase 30 centímetros de comprimento