Fogão Gaúcho: o verdadeiro rodízio brasileiro está em Carnaxide

Fogão Gaúcho: o verdadeiro rodízio brasileiro está em Carnaxide
O baby beef é uma das carnes incluídas no rodízio. (Fotografia de Paulo Barata/GI)
Os restaurantes Fogão Gaúcho honram a tradição do churrasco gaúcho com carnes de qualidade, bons cortes e um serviço atencioso, fazendo esquecer as ideias pré-concebidas sobre este tipo de cozinha brasileira.

«No churrasco gaúcho as peças são assadas por inteiro e vão sendo cortadas à frente do cliente, ao contrário de um churrasco normal em que as carnes já estão todas cortadas e vão secando mais». A explicação é dada por Saulo Cardoso, um dos donos dos restaurantes Fogão Gaúcho, e traduz bem o conceito deste churrasco brasileiro digno de registo.

A verdade é que as casas de rodízio brasileiro «pararam no tempo» e foram sendo associadas a uma restauração de menor qualidade. Aproveitando essa margem de oportunidade, Saulo – com dez anos de experiência a lidar com produtores de carne nacionais e internacionais – decidiu arriscar e abrir o Fogão Gaúcho.

Picanha na grelha. (Fotografia de Paulo Barata/DR)

O primeiro restaurante abriu no Carregado no início de 2018. Meses depois seguiu-se Carnaxide, e já este ano Alverca. Em comum – além da decoração à base de madeira de pinho, a fazer lembrar as casas do Rio Grande do Sul – têm o facto de só trabalhar com carnes de qualidade, servidas em regime de rodízio e com buffet incluído, onde não faltam saladas, pão de queijo e salsichas.

O rodízio de carnes pode ter seis ou 12 momentos, dependendo do apetite dos comensais, e ao contrário do que acontece em muitos outros, começa com as carnes mais nobres. E aqui, a origem, confeção e corte de cada carne fazem toda a diferença. A picanha, por exemplo – tal como a maminha e a alcatra – é de vitelo dos Açores.

Uma das mesas do buffet. (Fotografia de Paulo Barata/DR)

A costela gaúcha (peça de carne com osso) é assada durante seis horas, desossada e cortada na mesa sobre uma tábua. «A gordura do osso dá-lhe sabor», explica Saulo. A ideia é trabalhar, futuramente, só com carne de origem portuguesa. Até tal ser possível, trabalha com carnes da Holanda e do Uruguai – as que têm mais gordura entranhada e são por isso «ideais para churrasco».


Conheça aqui 10 vinhos perfeitos para um churrasco de carne grelhada


Isso deve-se ao «acabamento do animal», que antes de ser abatido fica «dois meses confinado e alimentado a cereais», o que faz com que a carne, quando selada na grelha, mantenha o seu suco natural. Cupim, maminha, alcatra, baby beef com queijo e bacon e corações de galinha são outras das carnes que vão chegando à mesa.

Os acompanhamentos, incluídos no preço do rodízio, são escolhidos num amplo buffet. Quem quiser, entre pratos, assistir à assadura das carnes pode fazê-lo, sem vergonhas, aproximando-se de uma janela aberta para a cozinha, onde os cozinheiros vão assando as peças, com sal grosso, numa grelha a cerca de 300 graus de temperatura.

A decoração do restaurante inspira-se nas casas do Rio Grande do Sul. (Fotografia de Paulo Barata/DR)

O hábito gaúcho dos churrascos surgiu durante os invernos rigorosos da Planície dos Pampas (região que abrange parte do Rio Grande do Sul, no Brasil, o Uruguai e algumas províncias da Argentina), para providenciar um aconchego quente de estômago. A tradição manteve-se, e hoje naquela região são muitas as fazendas dedicadas à criação de gado, com algumas passagens de animais entre fronteiras.

Os restaurantes Fogão Gaúcho recuperam assim essa tradição, honrando-a com carnes de qualidade e um serviço atencioso. «O rodízio é o conceito de comida brasileira mais exportado em todo o mundo», lembra Saulo, natural de São Paulo. Há que saber fazê-lo bem.

 

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Avenida do Forte, 8F, Carnaxide
Telefone
214101917
Horário
De segunda a sexta, das 12h00 às 15h00 e das 19h30 às 22h00. Sábado e Domingo, das 12h00 às 15h00 e das 19h30 às 22h30.
Custo
(€) Preço: 17,50 euros (rodízio tradicional- inclui buffet); 9,95 euros (buffet)


GPS
Latitude : 38.722261
Longitude : -9.234163999999964

 

Leia também:

Novo churrasco de Lisboa aposta nos frangos do campo
11 cortes de carne para provar no novo rodízio de Matosinhos
A Lanchonete: os lanches brasileiros têm nova casa em Belém




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend