Ti Virgílio, uma padaria para homenagear o avô, na Praia de Mira

O avô Virgílio costumava dar pão a quem não o podia pagar. (Fotografia: Maria João Gala/Global Imagens)
Há um pouco de tudo na padaria artesanal Ti Virgílio, nascida, recentemente, na Praia de Mira: pães, bolos, queijos, enchidos e até brunch. A iniciativa partiu de dois primos apostados em concretizar o sonho do avô, que foi padeiro.

A padaria artesanal com vertente de charcutaria Ti Virgílio abriu, em outubro, na Praia de Mira, com muitas histórias para contar. Chama-se assim em homenagem a um homem, de 87 anos, que trabalhou como padeiro, durante décadas, no concelho de Mira. É da Lagoa, mas muito ligado à Praia, onde deixava pão e sonhava criar algo, contam os netos Tiago Apolinário e Diana Mingatos. Os dois primos gerem aquele novo negócio familiar.

“Logo na abertura, muita gente veio aqui pelo nome da casa. O nosso avô chegou a comprar bicicletas a pessoas da Praia, para irem para o trabalho; pessoas sem posses a quem nunca cobrou o pão”, recorda Diana. “Ele dizia: se deres aos pobres, emprestas a Deus”, completa Tiago, explicando que Virgílio, de origens humildes, pediu dinheiro emprestado a várias pessoas, há muitos anos, para comprar aquela que é hoje a Padaria Lagonense, a casa-mãe, onde começara como empregado. Saldada a dívida, e com o negócio a fluir, passou ele a ajudar terceiros.

Os responsáveis pelo espaço mais recente veem-no como um tributo aos avós, Virgílio e Celeste, mas também aos pais, Célia (mãe de Tiago) e Paulo (pai de Diana), que continuaram o negócio – mantêm, inclusive, as voltas de distribuição de pão, em bicicleta, na Lagoa e em Mira.

Na nova loja, o mais procurado é o chamado pão especial, ou “pão do Ti Virgílio”, assente numa mistura de farinhas feita pelo próprio, segundo Diana. Mas há outras variedades, como o pão de fermentação lenta, para fatiar, e alguma pastelaria – do pão de Deus à bola de Berlim, passando pelos donuts, que saem à quinta e ao domingo. Num armário figuram ainda enchidos e queijos da Serra da Estrela, fornecidos pela Bordaleira, de Coimbra, e outros artigos de mercearia, como vinhos, marmelada ou mel.

A ementa inclui tostas com a assinatura do chef Rui Reigota, do Sítio do Cartaxo, tábuas e um menu de brunch (com ovos mexidos, panquecas, iogurte com granola e mais) que, como tudo o resto, pode ser saboreado ali ou levado para casa.

Há mesas e serviço de takeaway.
(Fotografia: Maria João Gala/GI)

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Avenida Infante D. Henrique, 102, Praia de Mira
Telefone
231451269
Horário
Das 7h às 20h30. Não encerra.
Custo
() Tábuas desde 8 euros, tostas desde 5 euros; brunch, 12 euros.


GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend