Pratos em cera para comer com os olhos

Takizo Iwasaki faria 121 anos, no dia 12 de setembro. O nome não lhe diz nada? É normal, mas o Google não se esqueceu de homenagear (com um doodle) o homem que reinventou a forma de apresentar pratos de comida.

A história conta-se rapidamente. Iwazaki nasceu a 12 de setembro de 1895 e ficou conhecido pela técnica – quase arte – do sampuru, que existe desde a década de 30 do século XX. Este japonês atingiu um nível de perfeição inigualável ao recriar em cera pratos de comida japonesa. Além das ementas em papel, é perfeitamente normal entrar num restaurante japonês e ver recriações fidedignas dos pratos. São tão aproximadas da realidade que quase se sente o cheiro e o sabor dos ingredientes.

Takizo Iwazaki começou por recriar uma omelete, mostrou-a à mulher e, à primeira vista, ela não terá conseguido diferenciar as duas. Daí em diante, este japonês tornou-se um perito em réplicas e a tal omolete ainda pode ser vista no local onde nasceu, Gifu. Curiosamente, é desta cidade que continua a chegar a maioria das réplicas. Hoje, de plástico e não de cera.

Takizo morreu em 1965, mas a sua obra permanece.