Portugal mantém três representantes na lista dos 100 melhores chefs do Mundo

Henrique Sá Pessoa, head chef do Alma, surge em 70.º lugar na lista. (Fotografia: DR)
Henrique Sá Pessoa e José Avillez continuam na lista dos 100 melhores chefs do Mundo, assim como Hans Neuner, que, sendo austríaco, há muito trabalha no Algarve. Ainda assim, em relação ao ano passado, descem na tabela, novamente encabeçada pelo espanhol Dabiz Muñoz. Os vencedores da sexta edição dos The Best Chef Awards foram anunciados, nesta semana, em Madrid.

No ano passado, Henrique Sá Pessoa havia entrado diretamente para a 38.ª posição, conquistando também o prémio de “melhor entrada”; desta feita, ocupa o 70.º lugar. O head chef do restaurante Alma, em Lisboa, que tem duas estrelas Michelin, inaugurou o Arca há um ano, em Amesterdão, e prepara-se para abrir o Joia, em Londres.

José Avillez – que, no ano anterior, ocupara o 44.º lugar – surge agora na 80.ª posição. O chef, com restaurantes em Lisboa, Cascais, Porto, Algarve e Dubai, soma três estrelas Michelin: às duas estrelas do Belcanto, na capital portuguesa, junta-se uma terceira, atribuída à Tasca, no Hotel Mandarin Oriental Jumeira, no Dubai.

Portugal conta ainda com um terceiro representante na lista dos 100 melhores chefs do Mundo: o austríaco Hans Neuner, do restaurante Ocean, em Porches, no Algarve, com duas estrelas Michelin, ficou em 62.º lugar – no ano anterior, tinha alcançado a 50.ª posição.

À semelhança do ano passado, em primeiro lugar na tabela figura o chef Dabiz Muñoz, do restaurante DiverXO, em Madrid, com três estrelas Michelin. Os resultados podem ser consultados, na íntegra, aqui.




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend