Porto: sabores do mar na Baixa

Marisco, peixe, subprodutos em harmonia com produtos nobres, são as propostas da nova carta do Astória. O chef é, desde dezembro, o aveirense Paulo Leite, que veio diretamente do Eleven Rio, do chef Joachim Koerper.

O restaurante do hotel Intercontinental Palácio das Cardosas tem novo chef e com ele entrou uma nova carta – feita de cozinha alicerçada no produto, na sua sazonalidade e sustentabilidade. Paulo Leite já passou pelo The Yeatman, onde trabalhou com o Ricardo Costa, e pelo Eleven, com o seu «mentor e padrinho», como o próprio lhe chama, Joachim Koerper. No ano passado, regressou do Brasil, onde esteve a liderar a cozinha no Eleven Rio.

No Astória, Paulo Leite está a apostar naquilo de que mais gosta e no que faz melhor, «técnica q.b. e bom produto». «Às vezes, o excesso de técnicas pode fazer que o sabor se perca», acredita o chef, que apresentou recentemente a carta com que se estreia.

Paulo, natural de Aveiro, tem um gosto especial pelos produtos do mar. «Sou doido por marisco, por peixe, em caldeiradas, em arroz… adoro tudo», admite. O que chega à mesa do restaurante reflete a sua história. Nas entradas, o lavagante com rabo de porco e beterraba revela essa apetência atlântica, tal como a chora de bacalhau, prato que teve origem a bordo dos bacalhoeiros, produzida com partes menos nobre do bacalhau. Os subprodutos são, assim, muito importantes, embora, explica o chef, «seja sempre necessário conjugá-los com algo mais nobre, como lavagante ou foie gras». Quanto mais «pobre» é o produto, «mais importante é trabalho técnico; nos outros produtos é mais importante escolher do que transformar». Este, considera, é «o trabalho do cozinheiro moderno».

Nos pratos principais, destaque-se, nos peixes, o robalo, com puré de nabo, couve lombarda, algas e caldo de cozido à portuguesa e, na carne, o cachaço de porco confitado, papas de sarrabulho, laranja e grelos. Tudo se combina harmoniosamente, tanto à vista, como no sabor.

O Astória quer realçar também as harmonizações vínicas, com sugestões «fora da caixa» trabalhadas entre o escanção João Maria Bastos e o chef, até porque, como diz este, «o vinho é metade da refeição». Antes ou depois de jantar, pode ficar a conhecer-se no Bar das Cardosas, ao lado do restaurante, os cocktails de assinatura do mixologista João Moreira. Uma experiência completa.

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Praça da Liberdade, 25, Porto (Baixa)
Telefone
220035600
Horário
Das 12h30 às 15h e das 19h30 às 22h30. Não encerra.
Custo
() Preço médio: 65 euros (à carta), menu executivo: 16 euros (sem bebidas)


GPS
Latitude : 41.1458771
Longitude : -8.61154579999993

Leia também:

8 restaurantes para descobrir nas praças do Porto
9 mesas no Grande Porto onde se come bom peixe
Aveiro: antigo estaleiro vira restaurante de peixe e marisco

 

 




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend