Porto: Há uma nova cozinha brasileira na cidade

Comida de rua brasileira, com um toque de fusão, sambas e chorinhos, e cores que saltam à vista. Neste recanto junto à Ribeira saciam-se as saudades de uma terra para lá do oceano.

Na parede do fundo, um retrato da cantora Carmen Miranda, assinado pelo artista Third, deixa adivinhar qual a inspiração do Xico-Tico, nome que é também ele uma homenagem ao êxito da cantora, Tico-Tico no Fubá. «Ela é a portuguesa mais brasileira de sempre, e nós também já somos um mix de Brasil e Portugal», conta Paula Chaves, que ao lado da mãe, Joceli Silva, construiu aqui um cantinho do país que deixaram há duas décadas.

Em contraste com as paredes brancas, saltam à vista as madeiras escuras e as pinceladas de amarelos vibrantes «Brasil é isso mesmo, é energia», nota Paula. Brasil é também samba, chorinhos e outras músicas tradicionais que se ouvem de fundo. Só falta a comida para completar esta experiência sensorial.

«O Brasil é tão rico em cozinha que é quase uma ofensa só ser conhecido o rodízio», ri-se Paula. E para os que querem conhecer um pouco mais desta diversidade basta olhar para a ardósia recheada de pastéis de vento, bolinhos de feijoada, pães de queijo, coxinhas de frango e tapiocas, lado a lado com opções que se fundem com sabores de outras partes do mundo, como o arancini. «É um petisco italiano, feito com arroz de risotto e recheado com carne seca, que é típica do Brasil», explica Paula.

A confeção destes petiscos, e da feijoada caseira que servem aos sábados, fica ao cargo da mãe, Joceli, que não tem mãos a medir, entre esfirras, corn dogs e ainda os docinhos que nunca desiludem, a saber: brigadeiros, mousse de caramelo, panna guava (panna cotta com cobertura de goiabada), e vários bolos caseiros, assim como taças de açaí ou pitaya servidas com fruta e granola.

Para refrescar há sempre sumos naturais, dos mais comuns, como o de manga ou maracujá, a sabores que «são mesmo para quem gosta», avisa Paula, como o de capuaçú, um fruto de travo terroso intenso. Escolhidos os petiscos basta recostar nas almofadas deste recanto fresco na zona ribeirinha, para que a viagem até ao Brasil se faça num fechar de olhos.

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua de São Francisco, 22, Porto (Ribeira)
Telefone
918438817
Horário
Das 10h00 às 19h00. Encerra ao domingo.
Custo
() Tapioca: a partir de 3,50 euros


GPS
Latitude : 41.1411377
Longitude : -8.61680160000003

Leia também:

Seis espaços onde provar sabores do Brasil no Grande Porto
Conheça 4 sítios onde pode comer tapiocas no Grande Porto
Pata d’Urso: A nova casa do Porto com sabores do Douro