Estes são os restaurantes onde vão os políticos portugueses

A discrição é o prato do dia de quem serve os políticos portugueses e é com silêncio que uma casa conquista fama junto de quem manda. Eis algumas das moradas – restaurantes, bares e cafés – onde os rostos da política se encontram, relativamente longe dos holofotes.

Fomos saber a que mesas é que os políticos se têm sentado a traçar planos para o futuro. Os locais multiplicam-se para lá da capital e põem em evidência um hábito que Eça de Queirós já tinha assinalado em 1893, na obra Cozinha Arqueológica: «A cozinha e a adega exercem uma tão larga e direta influência sobre o homem e a sociedade.» O passado e o presente, as grandes decisões e os pequenos momentos num cardápio de histórias que vale a pena ler ou rever – episódios que tanto aconteceram em sítios luxuosos como nas casas mais modestas. Em todos, porém, cumprem-se duas promessas: há boa comida e dá-se prioridade ao recato.

 

Leia também:

Um bar lisboeta com 45 anos de liberdade e muito estilo
Porto: A rua do Coliseu, de bares e de boas francesinhas
O bacalhau assado chegou às docas de Lisboa