Nesta mesa lisboeta sentam-se sabores do Perú, Japão, Índia e Portugal

Nesta mesa lisboeta sentam-se sabores do Perú, Japão, Índia e Portugal
Com carta renovada e mais eclética, e um novo chef ao comando da cozinha, o Clube Lisboeta, no Príncipe Real, senta os sabores do Perú, Japão, Índia e Portugal à mesa.

Cerca de um ano e meio depois de ter chegado à porta 90 da Rua da Escola Politécnica, no Príncipe Real, há sinais de mudança e evolução no Clube Lisboeta, que se mostra agora de cara lavada, com um novo chef ao comando da sua cozinha, e com uma renovada carta, mais extensa e ainda mais eclética do que antes.

A mesa deste restaurante pode ter morada alfacinha, mas senta à sua volta os sabores de quatro países, algo que se tem mantido desde o princípio, seguindo um princípio de rotatividade anual. A chegada de José Lopes à cozinha do Clube Lisboeta traz para a carta influências e propostas da Índia, Perú, Japão e Portugal – os três primeiros territórios a pedido dos clientes habituais e curiosos e o último é presença fixa, por razões óbvias.

O jovem chef, que trabalhou com Rui Paula no Terraço e Joachim Koerper no Eleven (uma estrela Michelin) passa assim, e partir de agora, a conciliar o novo desafio com o restaurante vizinho Pão à Mesa Com Certeza, do qual já assumia as rédeas.

O entrecôte de novilho maturado, salada de cebolas e pimentos grelhados, influência peruana. (Fotografias: Pedro Rosa)

O bacalhau em sous vide representa Portugal na carta.

As gyozas de camarão

As gyozas recheadas com camarão e cogumelos grelhados.

A ligação ao mar, de resto, é um dos elos que une as oito novas entradas, a maioria destas com base no peixe e no marisco. São os casos das nipónicas gyozas recheadas com camarão e cogumelos grelhados, com emulsão de soja e wasabi; do tártaro de robalo com cebolete, mistura de cogumelos em conserva de soja, fava de soja e alga nori grelhada, que também pisca o olho ao Japão; do camarão braseado com esmagada de batata vitelote, terra de azeitona preta, creme de gema e aioli de caju, com influências peruanas; ou do xerém algarvio tingido com tinta de choco, choco braseado, limão curado, óleo de coentros e algas da costa portuguesa. Este último, de resto, é uma homenagem do chef às suas origens algarvias.

A variedade prossegue nos pratos principais. Da Índia, chega a inspiração para o korma de peixe, assado com crosta de ervas, amêndoa e coco, puré de beringela grelhada e molho de korma de peixe; bem como para o carré de borrego em massa brick, com puré de cebola assada, uvas e tomate cereja. Já o entrecôte de novilho maturado no churrasco e a perna de frango desossada, confitada com malagueta, com polenta, puré de milho assado e uma telha do mesmo, representam o Perú.

(Fotografia: DR)

O cheesecake de matcha com biscoito de noz, calda de kumquat e gelado de noz.

O ramen de porco e a cavala, em cura de sal e açúcar, ligeiramente braseada, acompanhada de puré de ervilha com shiso, dashi de algas e peixes caramelizados, seguram a bandeira do Japão, enquanto que Portugal surge no prato com um bacalhau em sous vide, com molho de amêndoa amarga, barriga de porco curada e fumada, carvão de batata doce e lula braseada. Também com influência nacional é a feijoada de leitão, ainda nos principais, e a marmelada com pasta de requeijão, biscoito de canela e gelado da mesma, já nas sobremesas. A indiana bebinca e o cheesecake de matcha também reforçam a secção de doces do Clube Lisboeta, que também mudou a sua modalidade de brunch, agora só disponível aos fins de semana.

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua da Escola Politécnica, 90 (Príncipe Real)
Telefone
925626105
Horário
Das 08h00 às 01h00. De sexta a domingo, das 09h00 às 02h00. Não encerra.
Custo
(€€) Preço médio: 25 euros


GPS
Latitude : 38.718296
Longitude : -9.152150699999993




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend