Coal: o mar chega à steakhouse de Cascais, que passa a ter peixe na grelha

Coal, em Cascais. (Fotografia: DR)
Abriu no ano passado na Rua Amarela, em Cascais, focado nas carnes e nas maturações, mas o Coal recebe o verão de 2022 com uma carta alargada onde passa a caber a inspiração no mar, com pratos de peixe na grelha a carvão.

Quando nasceu, no final do verão do ano passado, o Coal assumiu-se como uma steakhouse, focada nas carnes ibéricas e maturadas, trabalhadas na grelha a carvão, como bem indica o nome de batismo, uma abreviatura de charcoal (carvão em inglês). Agora, a chegada dos dias mais quentes e longos trouxe uma nova era para o restaurante situado na concorrida Rua Amarela, no centro da vila de Cascais, onde coabitam restaurantes com cozinhas de todo o mundo, num espaço de poucos metros. Uma mudança inevitável, ou não fosse a região cascalense uma terra de pescadores.

O mar passa a fazer parte da carta do espaço situado na Rua Afonso Sanches, sem fugir à génese da casa, a grelha a carvão, que se observa da cozinha visível, através de um vidro. No campeonato marítimo, as novidades são o peixe do dia e as sardinhas assadas, a posta de bacalhau (18€), o bife de atum (19€), as ovas de pescada (23€) e o fígado de tamboril (15€), que podem ser emparelhados com um leque de dez acompanhamentos à escolha, entre os quais se destacam os legumes grelhados, a batata nova pequena, risoto de trufa, arroz de lima, polenta frita ou a batata assada com cheddar, sour cream e ervas.

As espetadas de corações de galinha são uma das novas entradas. (Fotografias: DR)

As ovas de pescada grelhadas reforçam a carta do Coal.

Os mesmos acompanhamentos e os molhos da casa – chimichurri, maionese de trufa, manteiga de alho e ervas – servem também de complemento aos pratos de carne. Aqui, a novidade é a maminha grelhada (23€) e o tomahawk de porco (22€), que se juntam a outros cortes que já existiam no restaurante, como o chuleton e o entrecôte maturados (ambos para partilhar a dois), o bife do lombo e o bife alto da vazia, os lagartos grelhados com molho de ervas e limão ou as costeletas de borrego com molho de iogurte e hortelã.

No recente inquilino da Rua Amarela, gerido por Vasco Simões de Almeida, que já detém outro restaurante vizinho dedicado ao mexilhão, as novidades deste verão chegam também às entradas, com o reforço das espetadas de corações de galinha (8€), a linguiça picante (9€) e o pica-pau (11€), que se juntam aos já existentes tutano grelhado, cogumelos Portobello com molho de ervas e espetada de camarões com molho tailandês, a piscar o olho ao oriente.

Nas despedidas, as sobremesas da casa mantêm-se, caso da pavlola desconstruída com frutos vermelhos, do bolo de chocolate, do ananás grelhado com gelado de coco ou do shot triplo (para quem queira optar por esta espécie de pijaminha de doces, que inclui brigadeiro, ovos moles e mousse), por exemplo. Destaque ainda para a garrafeira do Coal, com quatro dezenas de referências vínicas nacionais e aos cocktails clássicos que servem de aperitivo, como as margaritas e os mojitos.

A maminha é uma das novidades, nas opções de carne.

Além da zona interior, o restaurante tem esplanada na Rua Amarela. (Fotografia de Rita Chantre/GI)

 

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua Afonso Sanches, 54, Cascais
Telefone
212462895
Horário
Todos os dias, das 12h30 às 23h30.
Custo
(€€) Preço médio: 30 euros.


GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend