Chef Joachim Koerper celebra 20 anos de Eleven com novo menu

Joachim Koerper assinalou 50 anos de carreira em 2021. (Fotografia de Paulo Spranger/GI)
O restaurante de Joachim e Cíntia Koerper, instalado no alto do Parque Eduardo VII, em Lisboa, celebra os 20 anos dia 11 de novembro, mas as comemorações já arrancaram com a apresentação do novo menu “20 Anos”. O calendário prevê outras iniciativas abertas ao público, divulgadas a seu tempo.

Já passaram duas décadas desde que o casal Joachim e Cíntia Koerper se fixou em Lisboa e abriu, num edifício espelhado no topo do Parque Eduardo VII, o restaurante Eleven. O espaço ganhou logo no primeiro ano uma estrela Michelin, e o facto de a ter mantido até hoje torna-o “o restaurante lisboeta a operar há mais anos consecutivos com uma estrela Michelin”, afirma o Eleven em comunicado. Para celebrar os 20 anos, o chef criou o menu “20 Anos”, composto por pratos de sucesso das últimas décadas e alguns outros, que contam a história desta casa.

“Este menu é tão simples quanto rico. Acima de tudo, queremos que os nossos visitantes sintam a harmonia entre a nostalgia dos sabores tradicionais e a inovação dos ingredientes contemporâneos, numa evolução natural e celebrativa daquilo que distingue a cozinha Eleven desde o passado até ao presente”, comenta o chef Joachim Koerper, com 50 anos de carreira. Nascido na Alemanha, assim que cozinhou o primeiro prato, aos oito anos, soube que a cozinha seria a sua vocação. França, Espanha e Suíça também fizeram parte do seu percurso.

(Fotografia: DR)

(Fotografia: DR)

O menu inclui amuse-bouche (atum rabilho em duas texturas com caviar de limão e vinagrete de escabeche) e petit-fours. Nos pratos principais, os clientes são convidados a optar entre foie gras (peito de pato) com enguia, gel de ananás dos Açores e pimenta rosa; e creme de crustáceos com trufa preta e brioche; ou creme de crustáceos com trufa preta e brioche; e bacalhau “Iceland” a baixa temperatura com bivalves e algas. Já o prato “O meu dia no mercado de Singapura” consiste em leitão lacado, arroz frito, manga e camarão.

Depois de um aperitivo de sobremesa, os clientes são brindados com soufflé de maracujá com gelado de banana e noz moscada, um prato que já acompanha o chef Joachim Koerper há décadas e cuja receita foi editada no primeiro livro do restaurante. O menu termina com petit-fours, miniaturas doces que acompanham normalmente café ou chá. O menu tem o valor de 159 euros/pessoa, com suplemento de vinhos por mais 79 euros, e estará disponível durante este ano, tanto ao almoço como ao jantar.

(Fotografia: DR)

Jantares gastronómicos, sessões culturais, momentos musicais e uma iniciativa realizada na horta biológica na Ericeira que abastece o restaurante são outras das iniciativas previstas, e cujas datas, oportunamente anunciadas, deverão rondar o dia 11 de cada mês. A próxima, ainda em abril, será um jantar a quatro-mãos com o chef do BonBon, no Carvoeiro. Em maio, o restaurante inaugurará uma peça de arte inspirada nos quatro elementos, da autoria da Oficina Marques, um estúdio de arte e design dos criativos brasileiros Gezo Marques e José Aparício Gonçalves.




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend